Onde fica o ponto G da mulher?

Especialista fala sobre essa 'misteriosa' área de prazer das mulheres

por Da redação com assessorias 21/12/2017 16:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.


Pixabay
(foto: Pixabay)
Com certeza você já ouviu falar dele, mas, será que sabe onde fica o famigerado "ponto G"? Muitos acreditam que o prazer feminino só é completo quando, na hora da relação sexual, esse "local" é acessado pela pessoa que está proporcionando o prazer.

De acordo com a sexóloga Carla Cecarello, consultora do site de relacionamentos C-date, para muitos homens, essa parte do corpo feminino é completamente esquecida na hora do "esquenta". Com isso, a satisfação da mulher não fica completa. Mas, o que nem todos sabem é que, quando se pensa na anatomia feminina, o ponto G não está relacionado a um órgão visível. "Ele está localizado no segundo terço da vagina, na parede anterior. Por isso, os momentos que antecedem a penetração, os de preparação, são muito importantes", comenta a especialista.

A sexóloga explica ainda que o canal vaginal tem o tamanho aproximado de sete a oito centímetros quando a mulher não está excitada. Então, para entender o local onde estaria localizado o ponto G, basta dividir o órgão genital feminino em três partes iguais. A região do prazer estaria duas partes para dentro.

Para quem se interessou, Carla Cecarello afirma que a melhor maneira de acessar o ponto G na mulher é por meio do toque. "Ao introduzir o dedo na vagina da mulher, ele deve ser flexionado na ponta, formando, assim, uma espécie de gancho. O objetivo é tocar a parede anterior da vagina", ensina a especialista.

Curiosamente, a sexóloga faz questão de esclarecer que o ponto G não é o protagonista na hora da transa. "O protagonista é o clitóris. O ponto G é o coadjuvante. É difícil encontrá-lo, pois não há saliência que demonstre onde ele está. Porém, ao estimular a região por ali, o ponto G pode ajudar a melhorar a excitação da mulher e, consequentemente, auxiliar na obtenção do orgasmo", complementa Carla.

Existem certas posições sexuais que podem estimular mais essa região. Uma sugestão apontada pela sexóloga é a que traz a mulher sentada por cima do homem, só que de costas para o parceiro. Outra opção é o uso de brinquedos sexuais próprios para estimular o ponto G – eles são bem mais curvos que o pênis e conseguem alcançar a parede anterior vaginal.

Últimas notícias

Comentários