Dados da febre amarela assustam: 83 casos e 28 mortes em uma semana

Ministério da Saúde repassou R$ 54 milhões para ajudar no combate à doença

por Encontro Digital 31/01/2018 09:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcos Santos/Jornal da USP/Divulgação
(foto: Marcos Santos/Jornal da USP/Divulgação)
Uma notícia assustadora foi divulgada pelo Ministério da Saúde na terça, dia 30 de janeiro: dados atualizados sobre a ocorrência da febre amarela no país mostram que desde o dia 23, quando foi apresentado o último balanço, foram mais 83 casos da doença, sendo que 28 terminaram com a morte dos pacientes.

Ao todo, entre os dias 1º de julho de 2017 e 30 de janeiro de 2018, foram confirmados 213 casos de febre amarela no país e 81 mortes. O ministério também detalhou que 1.080 casos suspeitos foram analisados, sendo que 432 foram descartados e 435 continuam em investigação.

A circulação do vírus da febre amarela em áreas mais amplas do que vinha sendo observado nos anos anteriores – incluindo cidades com maior concentração de pessoas – tem gerado preocupação na população e busca por vacina em postos de saúde. Por isso, o governo federal decidiu a antecipar a campanha de imunização, com doses fracionadas, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

No entanto, o número de casos entre julho de 2016 e janeiro de 2017 foi maior que o que tem sido observado. Segundo os dados do Ministério da Saúde, naquela época foram 468 casos confirmados e 147 óbitos.

Para viabilizar ações de combate à doença, a pasta se comprometeu a encaminhar aos estados R$ 54 milhões. Do total, já foram repassados R$ 15,8 milhões para São Paulo e R$ 30 milhões para Rio de Janeiro.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários