Anvisa proíbe lote de Botox falsificado

A fraude no Brasil do famoso tratamento estético foi descoberta pela dona da marca

por Encontro Digital 17/01/2018 14:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Uma informação importante para quem frequenta clínicas de estética e de cirurgia plástica: a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de emitir um alerta sobre um lote falsificado de toxina botulínica, o famoso Botox, que está circulando no Brasil.

Em publicação feita no Diário Oficial da União (DOU) de terça, dia 16 de janeiro, a Anvisa determinou a proibição de comercialização, distribuição e uso do lote C3239C3 do Botox 100U, pó liofilizado. "O produto é falso e não foi fabricado pela verdadeira produtora do Botox", esclarece a agência.

Segundo a Anvisa, a identificação da fraude no país foi feita pela empresa farmacêutica americana Allergan, que é detentora do registro do produto no Brasil.

"Como se trata de uma falsificação não há qualquer garantia sobre a origem e composição do medicamento, o que pode trazer riscos à saúde dos usuários. A toxina botulínica é um medicamento injetável e só pode ser prescrito por profissionais médicos ou odontólogos", informa a Anvisa em nota publicada em seu site oficial.

Vale lembrar que o Botox pode ser usado para reduzir as marcas de expressão, especialmente na testa e no buço, e em alguns procedimentos dentários, como a correção do bruxismo e da disfunção de ATM.

(com portal da Anvisa)

Últimas notícias

Comentários