Aplicativo anticoncepcional causa várias gestações indesejadas na Suécia

O app Natural Cycles se popularizou em 2017 como um 'eficiente' método contraceptivo

por João Paulo Martins 22/01/2018 10:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Google Play/Natural Cycles/Reprodução
O aplicativo Natural Cycles, que funciona como um método contraceptivo virtual, causou 37 gestações indesejadas na Suécia (foto: Google Play/Natural Cycles/Reprodução)
Um aplicativo para smartphones que funciona como anticoncepcional está sendo investigado na Suécia após ter causado gravidez indesejada em várias suecas. O Natural Cycles foi criado pelo casal de físicos suecos Elina Berglund e Raoul Scherwitzl e usa a temperatura corporal da mulher para dar recomendações sobre períodos de aumento da fertilidade.

Segundo a agência sueca de notícias SVT, das 668 mulheres que fizeram aborto no hospital de Södersjukhuset, em Estocolmo, entre setembro e dezembro de 2017, 37 alegaram que estavam usando o app como principal método contraceptivo. "É um método novo e observamos uma série de gravidezes indesejadas, por isso relatamos o caso à Agência de Produtos Médicos [espécie de Anvisa da Suécia]", diz a enfermeira Carina Montin, em entrevista à SVT. Ainda conforme a agência de notícias, a entidade de vigilância sanitária do país europeu já teria iniciado um inquérito sobre o assunto.

O aplicativo Natural Cycles custa US$ 49,90 (cerca de R$ 160) por ano e está disponível para celulares que usam os sistemas Android e iOS. "Nosso algoritmo é o cérebro por trás do app e lida com todos os cálculos complexos, informando tudo o que você precisa saber sobre o seu ciclo", diz o texto de apresentação do contraceptivo virtual na loja do Google. Com centenas de milhares de downloads, incluindo no Brasil, o programa é visto como uam alternativa "eficaz" para as mulheres que não querem sofrer com os efeitos colaterais das pílulas cheias de hormônios.

A empresa afirma que sua taxa de confiabilidade, ou Índice de Pearl, é de 0,5 se for usado corretamente. Ou seja, cinco em cada grupo de mil mulheres podem engravidar num período de um ano ao seguirem as recomendações do Natural Cycles. Já em relação ao uso atípico, o método apresenta taxa de falhas bem maior, chegando a sete no Índice de Pearl – neste caso, sete em cada 100 mulheres podem engravidar num período de um ano. Como forma de comparação, a pílula anticoncepcional combinada e sem estrogênio possui um  índice de confiabilidade de 0,3, se for usada regularmente, de acordo com relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), emitido em 2015.

Em comunicado enviado à SVT, a Natural Cycles revela que não entrou em contato com o hospital, mas que iniciou uma investigação interna e que está em contato com a Agência de Produtos Médicos da Suécia. "À medida que aumenta nossa base de usuários, a quantidade de gestações indesejadas relatadas pelo uso do Natural Cycles é uma realidade inevitável", completa a nota da empresa.

Vale dizer que o aplicativo é recomendado para mulheres acima de 18 anos que tenham ciclo menstrual regular e , obviamente, ele não substitui os métodos de prevenção de doenças sexualmente trnsmissíveis.

Últimas notícias

Comentários