Conheça um aplicativo 'espião' para celular, como o usado na matéria do Fantástico

Programa permite acessar o smartphone de forma remota e até gravar imagens e áudio

por Marcelo Fraga 24/01/2018 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/João Pedro/Reprodução
Em matéria sobre furto de celular, exibida no programa Fantástico de domingo, dia 21 de janeiro, foi usado um aplicativo "espião" para capturar imagens dos ladrões de um aparelho (foto: YouTube/João Pedro/Reprodução)
Na edição de domingo, dia 21 de janeiro, o programa Fantástico, exibido pela Rede Globo, apresentou uma reportagem especial mostrando a ação de ladrões de celular no centro de Porto Alegre. Na matéria, a equipe da emissora carioca utilizou o repórter Giovani Grizotti como "isca", para que ele deixasse o smartphone ser furtado. No entanto, a equipe de produção pediu a um especialista em tecnologia para instalar, previamente, um aplicativo "espião" no aparelho de telefone que seria alvo dos marginais. A estratégia deu certo e o programa mostrou o caminho percorrido pelo celular após o furto. Além disso, de forma remota, foi possível registrar imagens e conversas dos criminosos. Até mesmo as redes wi-fi que foram usadas pelo telefone após ser levado pelos ladrões foram identificadas e armazenadas no app.

Mas, não é necessário ser um especialista em tecnologia para encontrar e instalar um desses programas no seu smartphone. Nas lojas virtuais oficiais de aplicativos Google Play (Android) e iTunes (Apple/iOS) é possível encontrar apps como o que foi utilizado pela equipe de produção do Fantástico.

No caso do sistema Android, do Google, o mesmo do celular mostrado na reportagem, existe um aplicativo chamado Cerberus. O programa possui mais de um milhão de downloads e promete as mesmas funções vistas na matéria exibida pela Globo, além de recursos ainda mais avançados, como a opção de controlar o aparelho à distância, utilizando um outro celular ou mesmo o computador.

Já para o sistema iOS, da Apple, não existe um app oficial, mas o que encontramos fora da loja oficial da empresa funciona, apesar de ser complicado de instalar. O programa é cahamado Xnspy e funciona para iPhone e iPad, e tem todos os recursos do Cerberus, porém, só é possível instalar e usar por meio de uma modificação profunda – e até arriscada – no sistema iOS, que é chamada de jailbreak. Esta ação permite a instalação de aplicativos que não estão na loja iTunes – o que também, de certa forma, representa um risco.

Um aspecto importante, que vale a pena lembrar, é que algumas funções dos aplicativos "espiões" são pagas.

Para entender a utilidade desses softwares, confira, abaixo, a reportagem exibida pelo Fantástico:


Recursos oficiais

Quem não quer ter um aplicativo instalado ou não quer correr o risco de modificar o sistema operacional do celular, pode optar por utilizar os métodos oficiais de rastreamento do Google e da Apple. Ambos permitem localizar o aparelho e deletar, à distância, os dados contidos nele. Para acessar os dois métodos de segurança, é preciso fazer login com o mesmo e-mail e senha utilizados na configuração do sistema do aparelho.

Vale lembrar que, para que esses recursos funcionem corretamente, o smartphone deve estar conectado à internet e ter o sinal de GPS (localização) habilitado.

Últimas notícias

Comentários