Comentário homofóbico de Carlitos Tévez causa polêmica na internet

O jogador do Boca Juniors e ex-Corinthians disse que leva o filho para brincar na favela para não virar 'gay'

por Marcelo Fraga 17/01/2018 17:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/tevezoficial/Reprodução
O jogador argentino Carlitos Tévez está causando polêmica na internet devido a um comentário considerado homofóbico (foto: Instagram/tevezoficial/Reprodução)
Uma declaração recente do jogador argentino Carlitos Tévez – ex-Corinthians e atualmente no Boca Juniors –, está causando polêmica na internet. Isso porque, em entrevista para o canal de televisão TyC Sports, da Argentina, o atleta abordou, entre outras coisas, a forma peculiar como conduz a educação de seu filho caçula Carlos Junior, o Lito, de apenas 3 anos de idade.

Durante a reportagem, que foi ao ar na segunda, dia 15 de janeiro, Tévez revelou que sempre leva o pequeno Lito ao bairro Fuerte Apache, uma região pobre de Buenos Aires, onde o jogador nasceu. De acordo com o craque do Boca Juniors, isso seria necessário para que o menino "não se torne gay". "Lito vai ao bairro comigo. É apenas um menino, mas, imagina... A mãe, as irmãs, as avós... Ele é o único homem. Se não o levo ao bairro, para que leve algumas pancadas, ele desmunhecaria. Levo até lá para se desenvolver com os moleques, bater uma bola com eles", comenta Carlitos Tévez ao TyC.

A declaração do atleta ganhou repercussão rapidamente e gerou revolta nas redes sociais. No Twitter, foram inúmeras as demonstrações de desaprovação por parte dos argentinos. "As pessoas com o mesmo pensamento retrógrado de Tévez deveriam ser extintas do mundo", reclama um usuário argentino identificado como EzeLuciani. "Odeio Tévez. Odeio tudo que tenha a ver com ele. Odeio sua homofobia. Odeio sua ideologia. Odeio sua forma de ser. Te odeio, Tévez", desabafa o internauta Pablomollx.

Também houve quem defendesse e aprovasse a revelação feita pelo ex-jogador do Corinthians. "O que tem de mal no que disse Tévez? É seu filho e ninguém, além dele mesmo, pode decidir como criá-lo", comenta o usuário do Twitter identificado como BraKxShow. "Uma m**a o que disse Tévez? Sim! Agora, deixem suas bolhas sociais e compreendam porque ele disse isso, porque ele pensa assim. Coloquem em um contexto", justifica o internauta Chasquibumbum.

Mais polêmica

Na mesma entrevista ao canal TyC Sports, o jogador do Boca Juniors deu outra declaração polêmica. Ele chamou de "férias" seus sete meses de trabalho no futebol chinês, onde atuou pelo Shanghai Shenhua. Nessa época, ele chegou a ser o jogador mais bem pago do mundo, recebendo mais de R$ 2 milhões por semana.

Últimas notícias

Comentários