Estudo mostra que existem muitos 'acumuladores digitais'

Algumas pessoas sentem dificuldade em se desapegar de arquivos desnecessários no celular

por Da redação com assessorias 31/01/2018 11:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Se você não consegue se desapegar de arquivos e aplicativos desnecessários do celular, pode ser mais um "acumulador digital", sabia? (foto: Pixabay)
Uma pesquisa feita pela emrpesa de tecnologia Western Digital mostra que cerca de 27% das pessoas acreditam que 1/4 da capacidade do celular esteja ocupada por coisas inúteis. Fotos, vídeos e aplicativos desnecessários são os conteúdos mais frequentes entre os usuários que não se atrevem a apagá-los por medo de perdê-los. Batizados de "acumuladores digitais", estas pessoas estão acostumadas a guardar materiais e conteúdos de todos os tipos em seus dispositivos sem discriminar quão importantes eles são.

O avanço da tecnologia, que faz parte do dia a dia das pessoas, acaba gerado um apego cada vez mais forte, em especial pelos celulares. De acordo com o estudo da Western Digital, 43% dos participantes confessam que têm medo de perder ou ficar longe de seus smartphones por muito tempo. Porém, duas em cada cinco pessoas têm problemas em administrar os documentos que guardam neles e admitem se sentirem em meio a um "caos digital".

A falta de espaço nos celulares não é novidade, tendo em vista que 56% dos entrevistados citam que recebem mensagens de alerta por falta de memória. Do mesmo modo, 54% também confessam que excluíram arquivos antigos para poder tirar novas fotos.

Entre os hábitos mais comuns levantados pela pesquisa está o fato de que quase a metade das pessoas acumulam aplicativos que não usam e fotos desnecessárias. Segundo a empresa de tecnologia, um em cada quatro participantes afirmam manter fotos antigas e aplicativos que não acessaram mais que uma vez nos últimos seis meses. Mesmo assim, admitem ter um "vínculo sentimental" com o conteúdo, já que uma em cada sete pessoas guarda suas fotos mais valiosas online, sem suporte adequado.

Muitas vezes, os "acumuladores digitais" nem sabem que tipo de informação guardam. Neste sentido, 13% dos entrevistados admitem que não pesquisam, revisam ou classificam os arquivos que mantém por vários meses e 7% confessam que não fizeram isso no último ano. O problema deste hábito é que para poder seguir criando novos conteúdos, os usuários acabam sendo obrigados a sacrificar outros: 54% tiveram que eliminar arquivos que queriam guardar porque não tinham mais espaço no celular.

"Vivemos em um momento de enorme geração e transferência de dados que os usuários desejam valorizar. Eles querem continuar capturando o mundo que os rodeia, sem ser limitado pelo espaço de armazenamento, e isso não irá mudar. Portanto, procuramos acompanhá-los com soluções rápidas e reais que lhes permitam administrar e apoiar seu conteúdo sem ter que mudar seus estilos de vida", coemnta Jim Welsh, vice-presidente sênior da Western Digital.

Últimas notícias

Comentários