Historiadores decifram um dos Manuscritos do Mar Morto

Os documentos históricos foram achados na década de 1940 na região do mar Morto, em Israel

por Encontro Digital 23/01/2018 10:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Wikimedia/Reprodução
Após mais de 70 anos da descoberta dos chamados Manuscritos do Mar Morto, em Israel, finalmente os historiadores conseguiram decifrar um dos documentos antigos (foto: Wikimedia/Reprodução)
Pesquisadores especializados em estudos bíblicos da Universidade de Haifa, em Israel, conseguiram, finalmente, decifrar o conteúdo de um dos Manuscritos do Mar Morto. Estes importantes documentos históricos foram encontrados nas cavernas de Qumran, perto de Jericó, nos anos 1940, e estavam associados ao quotidiano e às crenças dos essênios (povo judeu antigo), além de trazerem informações únicas sobre a vida dos primeiros cristãos, além de fragmentos do Evangelho e de cenas da mitologia hebraica. Os 900 manuscritos são datados do período compreendido entre o século III a.C. e I d.C.

A tradução de um dos manuscritos foi comunicada pela universidade hebraica em seu site oficial.

De acordo com os historiadores, o texto decifrado contém menções ao calendário de 364 dias dos essênios. Entre outras coisas, o manuscrito descreve duas festas que não são mencionadas na Bíblia. Trata-se do Dia do Novo Vinho e do Dia do Novo Óleo, festejados após a Festa da Colheita.

"De acordo com o calendário, a Festa da Colheita vem 50 dias depois do primeiro sábado que procede a Pessach [Páscoa judaica]. Após 50 dias, é celebrada a Festa do Novo Vinho e, depois de outros 50 dias, vem a festa do Novo Óleo", informam os cientistas.

Ainda conforme os pesquisadores israelenses, o texto foi escrito por um líder do grupo religoso, e que conhecia a tradição restrita dos essênios, mas que teria se esquecido de mencionar importantes eventos. Então, um segundo escriba precisou corrigir os erros, acrescentando as datas que considerava necessárias nas entrelinhas do texto.

Os essênios, que viveram entre o século II a.C. e o ano de 68 d.C., se instalaram em cidades e aldeias da região da Judeia. Depois fundaram as próprias colônias no noroeste do mar Morto, em Israel.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários