Mundo ganha oficialmente duas novas raças de cachorros

O American Kennel Club reconheceu o nederlandse kooikerhondje e o grand basset griffon

por João Paulo Martins 11/01/2018 08:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
American Kennel Club/Reprodução
O American Kennel Club reconheceu duas novas raças de cães, todas europeias: grand basset griffon vendéen (esq.) e nederlandse kooikerhondje (foto: American Kennel Club/Reprodução)
Na quarta, dia 10 de janeiro, o American Kennel Club, entidade criada em 1884 e que regulamenta os cães de raça dos Estados Unidos, reconheceu duas novas raças de cachorro. A partir de agora, criadores e apaixonados por bichinhos de estimação poderão adquirir animais das raças nederlandse kooikerhondje e grand basset griffon vendéen.

A nederlandse, típica da Holanda – onde existe há 100 anos –, se caracteriza por ser de pequeno porte e ter os pelos pouco compridos e predominantemente brancos. Ele também apresenta algumas manchas marrons na pelagem. Sua aparência lembra um pouco o cocker spaniel. Existem poucos exemplares no mundo, sendo 500 nos Estados Unidos.

Na Holanda, o nederlandse kooikerhondje é muito usado por caçadores de patos para atrair os bichinhos para armadilhas. Curiosamente, na época da Primeira Guerra Mundial, quando o país estava em conflito com os alemães, a raça quase foi extinta. Por sorte, a baronesa van Hardenbroek se dedicou a criar alguns desses cães e conseguiu manter o nederlandse vivo.

Já o grand basset griffon vendéen é uma raça de origem francesa, da cidade de Vendeia, que fica na região de Pays de la Loire, na baía de Biscaia. Os cães deste tipo são de porte médio, com patas curtas e pelos também médios. Eles são ótimos farejadores e, por isso, costumam ser usados como "fieis escuderos" de caçadores. Hoje, eles costumam ser empregados na busca por javalis e veados.

Com pelo predominantemente branco, o griffon vendéen pode viver de 13 a 15 anos e pesar até 20 kg.

Vale dizer que o American Kennel Club possui 192 raças de cachorros registradas. Para ganhar o registro, é preciso que existam ao menos 300 cães do tipo vivendo em 20 estados americanos.

Últimas notícias

Comentários