Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL

Pelé estaria internado devido à exaustão

Informação é da Associação de Cronistas Esportivos da Inglaterra, a FWA


postado em 19/01/2018 13:32 / atualizado em 19/01/2018 14:08

Segundo um comunicado enviado à imprensa pela Associação de Cronistas Esportivos da Inglaterra (FWA, na sigla em inglês), o ex-craque brasileiro e tricampeão mundial de futebol Pelé teria sido internado na quinta-feira, dia 18 de janeiro, devido à exaustão. Com isso, a viagem que ele faria para Londres, para participar de um jantar em sua homenagem, acabou sendo cancelada.

Conforme a FWA, Pelé, que está com 77 anos e fez uma cirurgia no quadril em dezembro de 2015, que o deixou com dificuldades para caminhar, acabou sofrendo um colapso e teria sido levado em regime de urgência para um hospital, não identificado pela instituição. O ex-atacante do Santos e da Seleção Brasileira teria sido submetido a uma série de exames, que revelaram uma "exaustão extrema". "Pelé continua recebendo hidratação por meio de soro, enquanto os médicos monitoram sua recuperação. Felizmente, não há qualquer indicação de que se trate de algo mais sério", acrescenta o comunicado da FWA.

Porém, segundo apuração do jornal carioca Extra, a assessoria de Pelé não confirma a internação do "rei" do futebol.

Vale lembrar que as duas vezes em que apareceu na mídia, recentemente, o ex-jogador se mostrou numa condição bastante fraca. No sorteio da Copa do Mundo da Rússia de 2018, realizado em Moscou, no dia 1º de dezembro de 2017, Édson Arantes do Nascimento apareceu sentado numa cadeira de rodas. Este ano, na segunda, dia 15 de janeiro, ele apareceu usando um andador transparante durante a cerimônia de lançamento do Campeonato Carioca 2018. Ele foi homenageado como embaixador da competição. Na ocasião, ele falou sobre sua condição de saúde: "Estou bem, quero agradecer, primeiramente, a Deus. Recebi muitas mensagens de boa recuperação, de todos os lugares do mundo. [...] Nestes dois anos e meio, fiz duas ou três cirurgias. Troquei osso do fêmur, do menisco, da coluna... Mas, graças a Deus, estou aqui e agradeço a todos que torceram por minha recuperação".

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade