YouTube finalmente se pronuncia sobre vídeo polêmico de Logan Paul

A empresa do Google critica a atitude do youtuber e diz que tomará providência

por João Paulo Martins 10/01/2018 10:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Logan Paul Vlogs/Reprodução
Dias depois da polêmica causada pelo youtuber americano Logan Paul, que filmou um suicida na floresta de Aokigahara, no Japão, o YouTube se pronunciou e disse que tomará uma atitude (foto: YouTube/Logan Paul Vlogs/Reprodução)
Depois te publicar e excluir um vídeo em que visita a famosa floresta Aokigahara, no Japão, e mostra o corpo de um suicida, em meio a diversas bricnadeiras, o youtber americano Logan Paul, de 22 anos, ganhou repercussão mundial com sua atitude, considerada equivocada. Muitos questionaram quais os limites sadios para se cosneguir audiência nos vídeos que são publicados no YouTube. "Me desculpe. Nunca fui alvo de críticas como esta, antes, porque nunca havia cometido um erro como este. [...] Eu não fiz isso por visualizações. [...] Eu queria conscientizar ainda mais sobre o suicídio e a prevenção do suicídio. [...] Eu estava equivocado", diz Logan Paul em pedido de desculpas publicado no Twitter.

Depois da polêmica causada em dezembro do ano passado pelo youtuber, que tem mais de 15 milhões de seguidores na plataforma de vídeos do Google, só na terça, dia 9 de janeiro, o YouTube decidiu se pronunciar oficialmente sobre o caso. "Uma carta aberta à nossa comunidade: muitos de vocês ficaram frustrados com nossa recente falta de comunicação. Voês estão certos. Vocês merecem saber o que está acontecendo. Demoramos para responder, mas prestamos atenção em tudo que vocês estavam dizendo. Sabemos que a ação de um criador [como são chamados os youtubers] pode afetar toda a comunidade. Então, nós vamos comaprtilhar, em breve, as ações que tomaremos para garantir que vídeos como essa nunca circulem de novo", diz os primeiros tuítes publicados pelo YouTube em sua conta no Twitter.

A empresa continua a explicação, considerada tardia pelos internautas, dizendo que espera que seus criadores criem vídeos que sigam os parâmetros da comunidade e que o canal do Logan Paul acabou violando estas regras. Por isso, estão sendo preparadas consequências para ele. "Suicídio não é uma piada e nunca deve ser usado para se conseguir views [audiência]. Como Anna Akana [atriz] disse de forma perfeita: 'Aquele corpo era de alguém que foi amado. Você não entra numa floresta cheia de suicídios e pede cuidado com a saúde mental'. Como muitos de vocês, nós ficamos chateados com o vídeo compartilhado nas últimas semanas", completa o texto compartilhado pelo YouTube.

Para quem não sabe, o vlogger Logan Paul é considerado o quinto youtuber mais bem pago da plataforma de vídeos do Google. Segundo dados divulgados pela revista americana Forbes, o polêmico vlogueiro faturou nada menos que US$ 12,5 milhões em 2017 (cerca de R$ 40,5 milhões) com participação nos lucros das visualizações, bem como com patrocínios externos – merchandising de produtos.

Caso você não tenha visto o famigerado vlog divulgado por Logan, confira, abaixo, o vídeo, que vem sendo retirado de todas as plataformas na internet:

Últimas notícias

Comentários