Belo Horizonte já está 'pintada' com o roxo das quaresmeiras

As flores roxas típicas da árvore da Mata Atlântica encantam os belo-horizontinos

por Encontro Digital 28/02/2018 16:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Flickr/PBH/Rodrigo Clemente/Reprodução
As ruas de Belo Horizonte já estão floridas com o roxo das quaresmeiras, árvores típicas da Mata Atlântica (foto: Flickr/PBH/Rodrigo Clemente/Reprodução)
Nesta época do ano, quem anda pelas ruas de Belo Horizonte observa a beleza das flores roxas da Quaresmeira. A planta é nativa da mata atlântica, recebe o nome científico de Tibouchina granulosa, e sua floração é típica do mês de março.

Da mesma forma que no Inverno os ipês amarelox, brancos, rosas e roxos embelezam as vias da capital mineira, nesta época é a vez da árvore que leva o nome do período que vai do Carnaval até a Semana Santa.

De acordo com a secretaria municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), o inventário das árvores realizados nas regiões leste, noroeste, oeste, centro-sul e parte da Pampulha já cadastrou 300 mil árvores na cidade. Destas, mais de 10 mil são quaresmeiras. A região oeste é a mais privilegiada com as famosas flores roxas, seguida pela centro-sul, leste e noroeste.

"As quaresmeiras florescem entre o mês de dezembro a março, as chuvas das últimas semanas fizeram com que elas florissem mais cedo e de forma mais intensa. Mas até o fim de março a população ainda vai ter as flores roxas espalhadas pela capital", comenta o arquiteto e urbanista Júlio De Marco, da secretaria municipal de Meio Ambiente.

(com assessoria de imprensa da PBH)

Últimas notícias

Comentários