Publicidade

Estado de Minas ESTéTICA

Confira dicas para evitar a flacidez na pele

Sobrepeso e idade podem causar o problema de pele que atinge mais as mulheres


postado em 15/02/2018 11:51 / atualizado em 15/02/2018 11:57

Seja pelo excesso de peso, seja devido à idade, a flacidez da pele é uma preocupação recorrente de muitos brasileiros, especialmente quando se trata da época mais quente do ano, que convida para banhos de mar e piscina. Muitos são os motivos que causam esse efeito indesejado. A dermatologista Maria Paula Del Nero, da clínica Healthy, de São Paulo, ressalta que a genética, a perda de peso e a idade são os principais causadores da flacidez.

"Embora alguns homens sofram com o transtorno, a flacidez ocorre com mais frequência nas mulheres. Isso acontece, principalmente, devido às variações hormonais da produção de colágeno e elastina, além, claro, da predisposição genética, ainda mais em pessoas com a pele muito clara, ao contrário da pele negra que tem uma fibra colágena mais firme. A idade também é uma grande vilã, pois nós perdemos uma média de 1,5% de colágeno ao ano depois dos 30 anos. Isso quer dizer que com 75 ou 80 anos, nós temos 75% de colágeno a menos no corpo", esclarece a especialista.

Muitos jovens também pode ser "vítimas" desse problema, pois a perda drástica de peso, comum em dietas restritivas, também causa flacidez na pele. "Dietas drásticas e cirurgias bariátricas também trazem como efeitos colaterais a flacidez", ressalta a médica.

Para combater o problema, é necessário adotar algumas medidas preventivas, como uma dieta balanceada, à base de verduras, frutas e legumes e ingestão de água. Além disso, a dermatologista dá algumas dicas:

Hidratação
A elasticidade da pele está diretamente relacionada aos níveis adequados de hidratação. "Há como combater a flacidez, maximizando a elasticidade da pele mantendo uma boa hidratação no dia a dia. Recomenda-se a tomar, em média, dois litros de água por dia, podendo variar conforme peso", orienta Maria Paula Del Nero.

Musculação
Como a flacidez costuma aparecer frequentemente em algumas áreas específicas do corpo, é válido investir em exercícios para essas regiões, informa a médica. Abdômen, parte interna da coxa e glúteos são alguns dos pontos mais propensos e devem ser exercitados.

Alimentação
"Uma dieta para evitar a flacidez deve conter muitas verduras, frutas, legumes e proteínas magras. Além de nutrientes importantes para a saúde da pele e da musculatura". A dermatologista lembra também que a reposição de colágeno com o nutrienete hidrolisado ou por meio de peptídeos, ajuda na recuperação de até 5% do nutriente, em média.

Proteção solar
Uma das maiores causas da flacidez é a exposição excessiva ao Sol. "Os raios ultravioletas danificam a epiderme e a derme, a camada mais profunda da pele. E é exatamente na derme que se encontra o colágeno, uma proteína produzida pelo próprio organismo e responsável por manter a firmeza da pele", esclarece Maria Paula. Os raios de Sol têm a capacidade de destruir a estrutura do colágeno, prejudicando a sustentação da pele.

Tratamentos estéticos
"Os tratamentos bioestimulador, à base de radiofrequência, também auxiliam no estímulo da fibra colágena para aumentar a produção da substância, minimizando os efeitos", comenta a especialista. O ácido polilático também é recomendado para a prevenção da flacidez corporal, podendo aumentar a produção de colágeno em até 70%.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade