Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

É possível emagrecer sem o temido efeito sanfona?

Especialista dá dicas para quem quer perder peso de forma saudável


postado em 28/02/2018 09:11 / atualizado em 28/02/2018 09:17

Muitas pessoas desejam emagrecer, especialmente as que sofrem com sobrepeso e obesidade. Porém, um medo comum entre aqueles que almejam a perda de peso é o chamado efeito sanfona, que é caracterizado pelo emagrecimento seguido de um reganho de peso em um curto período de tempo – às vezes a pessoa fica até mais gorda do que estava antes. Segundo a nutricionista clínica Karine Andrade, isso corre quando são feitas dietas muito restritivas em calorias ou que retira por completo grupos alimentares. "Toda dieta que tem começo, meio e fim levam ao efeito sanfona", comenta a especialista.

A perda e a recuperação de peso repetidamente pode trazer consequências. "Com a perda de peso repentina há uma redução de gordura, mas, principalmente, de massa muscular. Já a recuperação do peso é quase que exclusiva de gordura, uma vez que para ganho de massa muscular é necessária atividade física. Esse processo acaba levando a uma redução do metabolismo corporal, uma vez que o músculo é mais metabolicamente ativo do que a gordura. Logo, vai tornando cada vez mais difícil a perda de peso após o efeito sanfona", afirma a nutricionista.

Para quem quer perder os quilinhos a mais sem cair no efeito sanfona, a única estratégia eficiente, conforme Karine Andrade, é a reeducação alimentar. "Não existe milagre. Fuja de anúncios e propostas de uma grande perda de peso em um curto período. A reeducação alimentar pode trazer resultados um pouco mais lentos, mas são duradouros e propiciam muitos benefícios para a saúde como: qualidade de vida, emagrecimento definitivo sem reganho de peso, redução dos riscos ou controle de algumas patologias como diabetes, hipercolesterolêmica, fígado gorduroso, entre outros", diz a especialista.

Ainda de acordo com a nutricionista, para uma real mudança de hábitos é necessário que se busque um profissional para ajudar no processo. "Muitas vezes, o profissional de psicologia também é essencial, uma vez que nossos hábitos estão muito relacionados com questões emocionais e psíquicas. Assim, quando decidir perder peso procure um profissional para não cair nas famigeradas dietas da moda", comenta.

Abaixo, Karine dá algumas dicas para evitar o temido efeito sanfona:

  • Reduzir o consumo de alimentos industrializados e ter como base da alimentação frutas, verduras e legumes

  • Beber muita água, que é um solvente universal e participa de todos os processos metabólicos. Assim, sem água, seu metabolismo ficará mais lento

  • Dormir bem é importante para a liberação do hormônio leptina, crucial para um menor apetite. Além deste, outros hormônios são produzidos para um melhor funcionamento do metabolismo como um todo e, com isso, há uam ajuda na perda de peso

  • Mastigar bem os alimentos, sem pressa, faz com que hormônios cheguem ao cérebro e enviem a mensagem de saciedade

  • A prática de atividade física é a principal aliada da dieta e do emagrecimento saudável

  • Aprenda a conhecer seu corpo e os sinais que ele te dá. Tente diferenciar a fome da vontade de comer

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade