Caso de incesto nos Estados Unidos causa polêmica na internet

Filha reencontra pai biológico e os dois acabam gerando uma criança e se 'casando'

por João Paulo Martins 05/02/2018 11:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Steven Pladl/Reprodução
O americano Steven Pladl, de 42 anos, teve um relacionamento incestuoso com sua filha, Katie, de 20 anos, e os dois geraram uma criança e até se "casaram" (foto: Facebook/Steven Pladl/Reprodução)
Um caso intrigante de incesto vem chamando a atenção nos Estados Unidos. Segundo matéria divulgada pela rede de televisão americana NBC, a justiça da cidade de Knightdale, no estado da Carolina do Norte, está acusando Steven Pladl, 42 anos, e sua filha Katie Pladl, 20 anos, de terem um relacionamento incestuoso. A jovem, que nasceu em 1998 e foi colocada para adoção no mesmo ano, ao completar 18 anos, decidiu partir em busca de seus pais biológicos. Ao encontrar Steven por meio das redes sociais, em 2016, a americana acabou indo morar na casa dele, juntamente com uma madrasta e dois irmãos "tortos", na cidade Richmond, na Virgínia.

Até então, a história da jovem adotada que reencontra o pai poderia ser mais uma, que causa comoção em muitas pessoas. O problema é que, conforme a NBC, três meses após Katie passar a morar com o pai, sua madrasta decidiu se separar do marido – que foi morar com a filha em Knightdale. Em depoimento às autoridades, ela revelou que o ex-marido passou a dormir no chão do quarto da filha desde que ela chegou à casa deles. Além disso, em maio de 2017, ao ler uma parte do diário de uma das filhas, a ex-esposa de Steven Pladl descobriu que ele teria engravidado Katie e que havia pedido aos filhos para chamarem a "irmã" de madrasta.

Ao ser confrontado pela polícia da Carolina do Norte, o americano de 42 anos confirmou que engravidou a própria filha e que os dois tinham a intenção de oficializar o casamento. Aliás, Katie Pladl chegou a publicar imagens de seu bebê no Instagram, fruto do incesto, associadas a mensagens que revelavam sua intenção de casar com o pai, apesar de, legalmente, isto não ser possível nesse estado.

Conforme notícia publicada no tabloide inglês Daily Mail, pai e filha tiveram o pedido de prisão emitido em novembro de 2017. Em janeiro deste ano, eles foram presos na cidade de Knightdale. As autoridades confirmaram que eles estavam na companhia de um bebê, quando foram capturados.

Pai e filha permaneceram encarcerados no centro de detenção do Condado de Wake, na Carolina do Norte, enquanto aguardavam a decisão sobre um pedido de extradição para a Virgínia – onde os dois se reencontraram e tiveram o "caso incestuoso". Eles estão sendo acusados de incesto com adultos, adultério e incentivo à delinquência. A justiça estabeleceu uma fiança de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,2 milhões) para os dois. Steven fez o pagamento e está em liberdade. A filha continua presa. O destino da criança ainda não está decidido, de acordo com a matéria do Daily Mail.

Últimas notícias

Comentários