Tatuagens maori são as mais pedidas nos estúdios

Sabia que esse tipo de tattoo é originário de uma tribo da Nova Zelândia?

por Da redação com assessorias 01/02/2018 14:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
As linhas arredondadas das tatuagens no estilo maori são bem representativas da tradição milenar da tribo originária da Nova Zelândia (foto: Pixabay)
Você gosta de tatuagens? Por acaso já ouviu falar no estilo maori? Pois é, mesmo que não conheça esse design dfierenciado, ele é um dos estilos mais pedidos nos estúdios de tattoo.

O estúdio Tattoo You, de São Paulo, esclarece que o estilo maori é originário da Nova Zelândia, da cultura aborígene típica deste país da Oceania, e representa a importância do homem ou da mulher na sociedade nativa. Todos os indivíduos da comunidade maori de alto escalão eram tatuados e, aqueles que não possuíam tatuagens, eram vistos como pessoas sem "status social".

A tattoo passava a fazer parte da vida do maori já na puberdade, acompanhando muitos ritos e rituais. "Além de fazer um guerreiro mais atraente para as mulheres, a prática da tatuagem marcava tanto o rito de passagem da adolescência para a fase adulta, como eventos importantes na vida de uma pessoa", conta o estúdio paulista.

Os maoris responsáveis pelas tatuagens eram chamados de tohunga-ta-oko e considerados "santos". Suas tattoos, embora sejam muito confundidas com as de outras tribos da Polinésia (arquipélago), traziam particularidades como o uso expressivo de formas circulares, espirais e redemoinhos.

"A cabeça é a parte do corpo considerada mais sagrada para os maoris. Ela era o foco entre os homens, principalmente a tatuagem facial completa, denominada ta-moko. As mulheres não eram tatuadas de forma tão extensiva como os homens, e preferiam partes como queixo, lábios e narinas", esclarece o Tattoo You.

O estúdio lembra que, atualmente, a tatuagem no estilo maori se tornou muito popular, especialmente nas grandes cidades do mundo. Porém, ela não é executada como da forma tradicional do povo nativo da Nova Zelândia, que usava bambu para perfurar a pele e isnerir a tinta escura nas camadas mais profundas.

Últimas notícias

Comentários