Publicidade

Estado de Minas MERCADO

Anvisa acaba de proibir um lote de diazepam

Esse ansiolítico é muito usado para quem tem transtorno de ansiedade


postado em 28/03/2018 13:21 / atualizado em 28/03/2018 13:45

Quem possui transtorno de ansiedade ou algum quadro relacionado à síndrome do pânico ou depressão costuma ser medicado com os chamados ansiolíticos. Um deles, muito comum, é o dizepam. Mas, cuidado ao adquirir o remédio produzido pelo laboratório Santisa. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a Resolução nº 735, de 22 de março, no Diário Oficial da União (DOU), proibindo a comercialização do diazepam, lote 20101816, com validade até julho deste ano, produzido pela empresa farmacêutica que tem sede na cidade de Bauru (SP).

A análise feita pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de São Paulo encontrou problemas no rótulo do Diazepam (10 mg/2 ml), solução injetável, produzido pela Santisa. A Anvisa esclarece que a suspensão da venda é válida apenas para o lote 20101816 do medicamento.

"Demais remédios com diazepam continuam disponíveis no mercado", informa a agência em seu site oficial. Agora, a Santisa terá de retirar do mercado todos os produtos irregulares.

O diazepam é um medicamento do grupo das benzodiazepinas que, normalmente, produz um efeito calmante. A marca de referência da substância é a Valium, do laboratório Roche.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade