Jornalista afirma que Estados Unidos continuam investigando aparições de óvnis

O repórter do The New York Times revela que o governo americano possui um programa para analisar encontros entre pilotos e supostos alienígenas

por Encontro Digital 08/03/2018 10:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
No ano passado, uma matéria publicada pelo jornal americano The New York Times informou que o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, teria recebido US$ 22 milhões (cerca de R$ 70,8 milhões) para a realização de estudos relacionados a objetos voadores não identificados (óvnis). Essa informação causou espanto em todo o mundo, já que, em 2012, os responsáveis pela defesa dos EUA disseram que o programa secreto destinado aos óvnis teria sido encerrado.

Agora, em entrevista para a emissora americana WTOP, o jornalista Leslie Kean, responsável pelo artigo do NY Times, denunciou que, recentemente, o governo estadunidense vem realizando investigações sobre encontros de pilotos com objetos não identificados e que, em breve, teremos descobertas genuinamente importantes sobre o assunto.

Ainda conforme o jornalista, apesar de cientistas e ufólogos sempre questionarem se seriam verídicas as supostas ações do governo dos EUA em relação aos óvnis, hoje, "pode-se afirmar que é verdade". "Nosso governo leva muito a sério o assunto, a ponto de financiar os estudos durante todos esses anos. Sabemos que esse programa existiu e ainda existe, investigando casos importantes de encontros de pilotos com tais objetos", comenta Leslie Kean à WTOP.

O jornalista faz referência a um caso emblemático envolvendo militares e supostos visitantes de outro planeta. Em 2004, pilotos da Marinha dos Estados Unidos que estavam sobrevoando os céus de San Diego, na Califórnia, observaram pelo radar infravermelho um grupo de óvnis movendo a velocidades extremamente altas. "Os objetos daquele incidente de 2004 foram vistos chegando do espaço sideral. Eles entraram e, em seguida, partiram em direção à atmosfera", conta Kean na entrevista para a emissora.

O incidente de 2004, que teve a participação de dois pilotos americanos, sempre volta à tona quando se trata de investigação sobre objetos voadores não identificados. Um dos militares que participavam da patrulha aérea em San Diego, David Fravor, deu várias entrevistas, na época, insistindo ter provas de que alienígenas tinham armas avançadas e que poderiam desencadear uma espécie de Guerra dos Mundos – referência ao livro lançado em 1897 pelo escritor americano H. G. Wells e que foi adaptado para o cinema em 2005, no filme estrelado por Tom Cruise.

Confira, abaixo, o vídeo (em inglês) que mostra o radar de um dos pilotos no incidente de 2004 nos EUA:


(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários