Qual a melhor raça de cachorro para fazer companhia para um idoso?

Pets trazem inúmeros benefícios para as pessoas da terceira idade

por Da redação com assessorias 05/03/2018 15:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Apesar do pelo que demanda cuidados extras, o cocker spaniel é uma das raças mais recomendadas para fazer companhia para os idosos (foto: Pixabay)
Diversos estudos já comprovaram que o ato de interagir com um pet traz benefícios para nosso organismo. Os bichinhos ajudam na manutenção da saúde física e emocional das pessoas, ajudando até a reduzir a pressão arterial, controlando a hipertensão e os níveis de estresse. O bem-estar provocado por essa relação é importante especialmente para as pessoas idosas, por causa dos estímulos que os animais provocam e por representarem também uma companhia.

Segundo a veterinária Karla Marques, da Petz, alguns fatores devem ser considerados antes de escolher o melhor cãozinho para uma pessoa da terceira idade. "O cão, certamente, será uma ótima companhia. Porém, o idoso tem que estar disposto a cuidar dele. O cão precisa de passeios diários, visitas ao veterinário, banho e tosa e muita atenção", comenta a especialista.

A veterinária orienta que é preciso também avaliar o comportamento de cada raça. As que são consideradas mais tranquilas são mais indicadas para servirem de companhia para idosos. Deve-se considerar também expectativa de vida do cão e os cuidados exigidos como, por exemplo, se tem o pelo curto, que não dá muito trabalho, ou pelo longo, que precisa de cuidados como tosas mensais ou escovações diárias.

Disposição

Outra dica de Karla Marques diz respeito à idade do pet. "Um cão filhote é mais fácil de adestrar do que um cão adulto, que vem cheio de manias. Porém, um filhote é muito brincalhão e exige mais energia de seu dono. O ideal é que o filhote tenha pelo menos 6 meses, pois não precisará de tantas visitas ao médico veterinário para tomar vacina", orienta a especialista.

O tamanho do pet também depende da disposição do idoso. Cães muito pequenos, por exemplo, costumam ser mais frágeis e delicados, o que acarretará em atenção maior do cuidador. Cães de grande porte são mais fortes, porém, às vezes, também são estabanados, podendo machucar o dono mais velho, ao receber um afago ou mesmo em passeios.

A veterinária dá dicas de raças mais indicadas para as pessoas idosas:

  • Shih-tzu: é uma raça de pequeno porte e muito tranquila, porém gosta muito de atenção e requer cuidados com a pelagem

  • Lhasa-apso: de pequeno porte, companheira e muito independente e, assim como o shih-tzu, também requer cuidados com a pelagem

  • Cocker spaniel: de médio porte, requer certos cuidados com a pelagem, mas é uma raça muito companheira e protetora

  • Chihuahua: é um latidor nato, porém, é muito carinhoso e companheiro, não requer grandes cuidados com o pelo e é uma raça de pequeno porte

Últimas notícias

Comentários