Aumenta casos da chamada alta miopia

Segundo a OMS, em 2050, 7,1% da população brasileira deve sofrer com miopia acima de seis graus

por Da redação com assessorias 05/04/2018 08:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
A estimativa atual é que existam no Brasil cerca de seis milhões de pessoas que convivem com a chamada alta miopia, que ocorre quando o paciente apresenta mais de seis graus de desvio no olho. Uma metanálise da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que essa é a terceira causa de cegueira no mundo. Ainda segundo a OMS, a prevalência da alta miopia entre os brasileiros deve chegar a 7,1% no ano de 2050. Um aumento de mais de quatro vezes, enquanto a miopia deve atingir um pouco mais da metade dos brasileiros, ou seja, 50,7% em 2050.

De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, em Campinas (SP), o risco de perda da visão decorrente da alta miopia está relacionado ao aumento do comprimento axial do olho. "Esta alteração pode provocar o descolamento da retina, edema na mácula [porção central da retina], catarata e problemas de circulação que podem levar à degeneração da retina e ao glaucoma. Por isso, mesmo as pessoas que já corrigiram a alta miopia com implante de lente intraocular devem fazer exame oftalmológico anualmente. Isso porque o implante corrige a visão mas não altera o comprimento do olho", comenta o especialista.

A cirurgia para correção da miopia é recomendada para quem possui é de seis a 23 graus de desvio, mas não pode ser feita em gestantes, pessoas que sofrem com glaucoma, que tenha doenças na retina ou com estabilidade do grau menor que um ano.

O oftalmologista lembra que a miopia pode ser causada especialmente pela hereditariedade, quando um dos pais, ou ambos, são míopes. Queiroz Neto alera que o problema também pode estar relacionado ao excesso de esforço visual causado por quem fica horas em frente às telas dos dispositivos eletrônicos. Neste caso, é a miopia acomodativa, uma dificuldade temporária de enxergar à distância que pode se tornar permanente se o hábito não for modificado. Por isso, a recomendação para crianças é descansar os olhos após uma hora de uso do celular, tablet ou computador, olhando para um ponto distante por, no mínimo 30 minutos.

Outro fator que pode levar ao aparecimento da dificuldade visual é a ingestão excessiva de açúcar. O médico observa que essa alimentação inadequada eleva a produção de insulina, o que favorece o crescimento do eixo óptico e caracteriza a miopia. Outro efeito do açúcar é dificultar o metabolismo da gordura e do colesterol. Por isso, aumenta a chance de desenvolver degeneração macular, maior causa de cegueira irreversível. A dica é controlar as guloseimas das crianças, orienta o especialista.

Últimas notícias

Comentários