Ex-modelo alemã, que era loira de olhos azuis, se transforma em negra

Martina Adam está fazendo sucesso na internet com sua transformação drástica

por Marcelo Fraga 17/04/2018 09:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução
A ex-modelo alemã Martina Adam passou por uma transformação drástica e polêmica, deixando de ser branca e loira (esq.) para se tornar negra (foto: Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução)
Um dos maiores artistas de todos os tempos, Michael Jackson, que morreu em 2009, ficou marcado na história, além de seu talento inigualável, também pela mudança da cor de seu tom de pele: ele deixou de ser negro e virou branco, ao longo dos anos. Em 1993, numa entrevista à famosa apresentadora americana Oprah Winfrey, o "rei do pop" revelou que sofria de vitiligo, doença que ataca as células que produzem melanina, pigmento que dá cor à pele. A partir da descoberta do problema, ele teria se submetido a tratamentos para despigmentar as partes do corpo que não haviam sido atacadas pela enfermidade cutânea.

Agora, a ex-modelo e ex-aeromoça alemã Martina Adam, de 29 anos, também está chamando a atenção por sua pele ter mudado de tonalidade, mas devido a um processo inverso ao de Michael Jackson. A jovem, que era branca, loira e de olhos claros, tornou-se negra com os olhos castanhos. A informação foi divulgada pelo tabloide britânico Daily Mail.

Antes de ganhar os holofotes em virtude da mudança drástica do visual, a alemã já havia se tornado famosa por gastar 50 mil libras (mais de R$ 240 mil) em implantes de silicone nos seios para torná-los gigantes, o que a fez ganhar o apelido de Martina Big (Martina Grande, em tradução livre).

Ao contrário do intérprete de Billie Jean, Thriller e Beat It, a ex-modelo não passou por nenhum problema de saúde que a motivasse a mudar a cor da pele. Em entrevista para o Daily Mail, ela afirmou apenas que queria "tornar-se cada vez mais negra e ver até onde poderia chegar".

Com o intuito de fazer a alteração inusitada, Martina Adam teria viajado até os Estados Unidos, no ano passado, para receber sessões intensas de bronzeamento artificial. No entanto, o tabloide não soube especificar os detalhes do método usado por ela para conseguir ficar negra em tão pouco tempo.

Ainda assim, a alemã usou seus perfis no Facebook e no Instagram para deixar os seguidores cientes de cada passo de sua transformação, incluindo a mudança gradual no tom da pele.

Visita à Àfrica

Este ano, a ex-modelo viajou para o Quênia para "virar uma mulher negra de verdade", conforme a matéria do Daily Mail. Ela afirma que recebeu vários convites de moradores de uma aldeia tradicional masai (tribo queniana) para visitar o país africano. "Por isso, comecei a viagem até Nairobi [capital do país]. Depois, levei um dia para chegar a 'masai mara'. [...] Depois de um tempo, as mulheres masai vieram correndo até mim, de todos os lados, para vender seus bens. Especialmente as joias masai coloridas e as vestes típicas, que gosto muito [...] As mulheres masai se mostraram muito amigas", conta Martina em publicação feita no Facebook.

A partir dessa visita, a alemã foi recebida por um pastor de uma igreja da cidade de Nyeri, no Quênia. Lá, ela foi batizada com o nome de Malaika Kubwa, que, no idioma local, significa "grande anjo".

Confira, abaixo, outras imagens da ex-modelo loira que se tornou "africana":
Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução
Após se transformar em negra, a alemã viajou para o Quênia, para conhecer a tribo masai. Na África, ela foi batizada com o nome Malaika Kubwa, que significa "grande anjo" (foto: Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução)

Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução
(foto: Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução)

Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução
(foto: Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução)

Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução
(foto: Facebook/people/Martina-Adam/Reprodução)

Últimas notícias

Comentários