Implante de lentes é o melhor tratamento para presbiopia

Problema conhecido como 'vista cansada' afeta pessoas na 'meia idade'

por Da redação com assessorias 16/04/2018 15:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Normalmente os problemas de visão mais comuns estão associados à dificuldade de se enxergar o que está longe (miopia) ou o que está perto (hipermetropia). Porém, a partir dos 40 anos, uma outra condição começa a atuar: é a presbiopia, mais conhecida como "vista cansada". O sintoma mais evidente é um aumento de dificuldade em executar ações que antes não apresentavam qualquer empecilho, como fazer a barba, tirar a sobrancelha e até mesmo ler o cardápio num restaurante – o indivíduo não percebe com nitidez os objetos próximos dos olhos.

No Brasil, a estimativa é de que em torno de 75% da população adulta com mais de 40 anos apresente dificuldade para enxergar de perto. Já em termos globais, de acordo com a empresa Market Scope (2012), há cerca de 1,7 bilhão de presbíopes em todo o mundo e esse número deve subir para 2,1 bilhões em 2020.

De acordo com o oftalmologista Renato Neves, do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo (SP), a maior parte das pessoas que têm presbiopia nunca ouviu falar sobre o problema ou acha que "faz parte da vida", deixando de buscar ajuda especializada e fazer o devido tratamento. "O cristalino vai perdendo elasticidade com o passar dos anos, o cansaço visual vai tomando conta. Por isso, é tão comum receitar óculos multifocais para ler e desempenhar tarefas rotineiras para quem está na 'meia idade'. Mas, a cirurgia a laser ainda é um dos recursos mais indicados para quem quer pôr fim ao interminável 'troca-troca' de óculos imposto pela presbiopia", esclarece o médico.

Ainda conforme o especialista, depois da cirurgia corretiva, muitos pacientes sentem como se tivessem voltado 20 anos no tempo, podendo ver filmes legendados, fazer compras e tudo o mais que exige visão de perto sem uso de óculos. "Assim como qualquer outra pessoa, esse paciente só vai precisar usar óculos escuros, recomendados até mesmo para dias nublados, a fim de prevenir a agressão dos raios ultravioleta", comenta Renato Neves.

O implante de lentes intraoculares, finas e circulares, que substituem o cristalino e corrigem a vista cansada, leva cerca de de 30 minutos. "Além de corrigir vista cansada, a lente multifocal e a acomodativa corrigem problemas para enxergar de perto, média distância e de longe. Já para quem sofre de astigmatismo, as lentes tóricas são mais indicadas. De seis e 12 semanas após a cirurgia no segundo olho, ocorre a adaptação total do cérebro e a pessoa pode desfrutar dos benefícios de enxergar bem novamente", diz o oftalmologista.

Últimas notícias

Comentários