Escocesa é diagnosticada com uma doença rara que faz os ossos 'sumirem'

Em apenas 18 meses, o úmero da paciente 'desapareceu' diante dos médicos

por Marcelo Fraga 09/04/2018 15:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
BMJ Case Reports/Reprodução
Médicos escoceses diagnosticaram uma paciente de 44 anos com a raríssima doença de Gorham-Stout, que faz com que os ossos "desapareçam" (foto: BMJ Case Reports/Reprodução)
No dia 28 de fevereiro foi celebrado o Dia Mundial das Doenças Raras, que, como o próprio nome deixa claro, serve para conscientizar sobre as enfermidades que atingem uma pequena parcela da população. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma doença se encaixa nesse perfil quando afeta até 65 pessoas a cada grupo de 100 mil indivíduos. A OMS estima que existam de seis a oito mil moléstias consideradas raras, atualmente. Entre elas está a doença de Gorham-Stout, que, recentemente, foi detectada em uma mulher que vive em Edimburgo, capital da Escócia, e está chamando a atenção por conta de suas consequências assustadoras.

Conforme divulgado pelo site do jornal neozelandês NZ Herald, esse tipo de problema, que também é conhecido como a síndrome do "osso fantasma", faz com que os vasos sanguíneos do corpo cresçam deliberadamente, envolvendo o tecido ósseo, "engolindo-o" aos poucos. É exatamente o que está acontecendo com a paciente escocesa, de 44 anos, que não teve o nome revelado.

Diagnóstico

A mulher foi atendida pela Enfermaria Real de Edimburgo em meados de 2016 reclamando de dores no ombro que insistiam em não desaparecer. Após um exame de imagem preliminar, a suspeita dos médicos era de que ela estava com câncer no úmero (maior osso do braço), mas, não confirmaram o diagnóstico e concederam alta à escocesa, conforme relata o NZ Herald.

Como as dores não cessaram, a paciente retornou à unidade médica 18 meses após o primeiro atendimento. Foi, então, que os exames de raio-x mostraram que seus ossos estavam, de fato, desaparecendo, o que levantou a suspeita da doença de Gorham-Stout. A rara enfermidade foi confirmada após os médicos de Edimburgo consultarem especialistas da cidade de Birmingham, que fica na Inglaterra.

Complicações

As consequências da síndrome do "osso fantasma", que acomete a incógnita mulher escocesa, são gravíssimas e podem ser fatais. De acordo com os médicos que a atenderam na Enfermaria Real de Edimburgo, "a complicação pode chegar à coluna vertebral, levando a um derrame pleural e tetraplegia", informa o jornal neozelandês.

Histórico

A literatura médica registrou, até hoje, apenas 64 casos da doença de Gorham-Stout, cujas causas ainda são desconhecidas. Porém, felizmente, existe tratamento, que pode ser feito por meio de medicamentos, radioterapia e cirurgia, segundo o periódico científico World Journal of Orthopedics.

Últimas notícias

Comentários