Numerólogo americano diz que arrebatamento acontecerá dia 23 de abril

David Meade afirma que o Planeta X se aproximará da Terra nessa data

por João Paulo Martins 12/04/2018 16:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
O arrebatamento previsto na Bíblia está próximo? Segundo o escritor e numerólogo americano David Meade, há indícios de que o fim do mundo está mais perto do que se pensa: pode acontecer no dia 23 de abril deste ano. Em entrevista ao jornal britânico Daily Express, ele explica que nessa data o Sol e a Lua estarão na constelação de Virgem, assim como Júpiter, o que representa a chegada do Messias.

Para Meade, devemos vivenciar o que está escrito nos evangelhos, em Apocalipse 12: 1–2, que trata do arrebatamento e da segunda vinda de Jeus Cristo: "E apareceu um grande sinal no céu: uma mulher vestida de Sol, com a Lua debaixo dos pés e, na cabeça, uma coroa de 12 estrelas. Ela estava grávida e estava chorando de dores de parto e da agonia de dar à luz". Na passagem bíblica, a mulher é representada como "virgem", o que, para o numerólogo, faz referência justamente à constelação.

Ainda conforme o americano, o alinhamento representa "o leão da tribo de Judá", marcando a fatídica data do cristianismo, ou seja, quando o Messias levará os fiéis para o paraíso antes de um período de tribulação na Terra, que precede o fim dos tempos. Além disso, o controverso escritor acredita que o Planeta X, também chamado de Nibiru, aparecerá acima do céu no dia 23 de abril, e sua aproximação causará erupções vulcânicas, tsunamis e terremotos.

Neste caso, como já foi divulgado várias vezes pela Agência Espacial Norte-Americana (Nasa), não existe nenhum corpo celeste que se encaixe na descrição do suposto Planeta X – a instituição possui um centro de estudos dos chamados Near-Earth Object (objetos próximo à Terra), que são compostos por meteoros, asteoides e cometas.

Ainda assim, na entrevista ao Daily Express, David Meade descreve Nibiru como "um sinal único do século, exatamente como descrito no capítulo 12 do Apocalipse". "Este é um divisor de águas do nosso tempo", completa o numerólogo.

Contraponto

O periódico britânico ouviu também o escritor neozelandês Jonathan Sarfati, que é famoso por ser um defensor da teoria criacionista (Deus como criador de todas as coisas), e ele se mostrou cético em relação à hipótese de Meade. "Como de costume na astrologia, ou em adaptações cristãs dela, basta escolher uma estrela que se encaixa na conclusão desejada. Não há nada que sugira que o dia 23 de abril seja uma data importante para a profecia bíblica", diz Sarfati.

Para ele, os cristãos precisam ter cuidado para não serem atraídos por "alegações sensacionalistas". "Não sabemos o dia, nem a hora [do arrebatamento]. Por isso, devemos estar preparados o tempo todo", completa o neozelandês.

Para que não lembra, ou não sabia, David Meade já havia "previsto" que o imaginário planeta Nibiru iria se chocar contra a Terra no dia 23 de setembro de 2017.

Últimas notícias

Comentários