Homem de Neandertal tinha o nariz grande por um bom motivo

Cientistas descobriram que nossos ancestrais precisavam respirar melhor

por Marcelo Fraga 05/04/2018 11:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Um de nossos ancestrais mais próximos, o homem de Neandertal ainda habitava a Terra há cerca de 30 mil anos. Esta espécie que nos precedeu possuía muitas diferenças físicas em comparação à nossas características atuais, principalmente em relação ao formato do rosto – como se vê nas ilustrações dos livros de história.

As diferenças entre os neandertais e os homo sapiens – que é a espécie à qual pertencem os humanos atuais – instiga diversas investigações científicas. A mais recente delas acaba de apontar o motivo pelo qual nossos "parentes distantes" possuíam um nariz bem maior que o nosso.

De acordo com a revista americana Newsweek, pesquisadores dos Estados Unidos, da Austrália e da Alemanha publicaram um estudo conjunto na Royal Society, do Reino Unido, afirmando que o nariz grande dos neandertais se deve às baixas temperaturas da Terra naquela época. Nosso planeta viveu a chamada Era do Gelo (ou Era Glacial), que teve seu auge há 20 mil anos.

Para chegar a essa descoberta, os cientistas analisaram amostras digitais de crânios da nossa espécie ancestral, o que possibilitou a reconstrução virtual de seus rostos. Desta forma, a conclusão foi que o nariz maior dos neandertais permitia que eles respirassem mais ar, e de forma mais rápida do que nós, superando, assim, as dificuldades impostas pelo ar frio e rarefeito da época – era menos denso e, consequentemente, mais difícil de respirar.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão quase que por acaso. Na verdade, de acordo com a revista americana, eles estavam testando uma teoria antiga que dava conta de que as características físicas do rosto dos homens de Neandertal – sobretudo o nariz e as sobrancelhas grossas – eram motivadas por seus hábitos alimentares, como a forma de agarrar os alimentos com os dentes.

Mordida

O nariz do o homem de Neandertal era mais eficiente do que o nosso, como mostra a pesquisa publicada na Real Society. Por outro lado, apesar da forma primitiva de se alimentar, nossos ancestrais da Era do Gelo não possuíam uma mordida melhor do que a dos seres humanos atuais, concluiu o grupo internacional de cientistas.

Conforme os pesquisadores, nossos músculos do maxilar são mais fracos, entretanto, mais eficientes do que os dos nossos antepassados.

Últimas notícias

Comentários