Vídeo mostra a Tiangong-1 se desintegrando na atmosfera

Estação espacial caiu na Terra no domingo, dia 1º de abril

por Encontro Digital 02/04/2018 08:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
China National Space Administration/Divulgação
(foto: China National Space Administration/Divulgação)
A estação espacial chinesa Tiangong-1, de 10 toneladas, lançada pela Agência Espacial da China (China National Space Administration) em setembro de 2011, e que ficou fora de controle em 2016, finalmente realizou sua queda na superfície terrestre. Ela retornou à atmosfera do planeta sobre o sul do oceano Pacífico, próximo do Taiti, na Polinésia Francesa, às 21h16 de Brasília, no domingo, dia 1º de abril.

À medida em que a estação em queda se aproximava da Terra, observadores foram capazes de realizar uma previsão mais precisa. Inicialmente foi previsto que os resíduos queimariam na atmosfera em algum local sobre o sudoeste da América do Sul. Porém, ainda na noite de domingo, a Agência Espacial da China confirmou que a reentrada da Tiangong-1 se deu sobre o oceano Pacífico, mas bem distante do Chile.

Algumas pessoas testemunharam a reentrada da estação espacial na atmosfera, a uma velocidade de 17 mil km/hora. Os detritos sofreram uma destruição quase completa antes de atingir o solo.

Ainda assim, cientistas acreditam que vários pedaços maiores de metal, potencialmente contendo a substância tóxica hidrazina (parece com amônia, mas é bem mais potente), ainda podem representar uma ameaça para o meio-ambiente marinho.

Confira, abaixo, a um vídeo mostrando a destruição da estação na atmosfera terrestre:

Últimas notícias

Comentários