Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Após atuação do Banco Central, dólar cai 0,52%

A moeda americana chegou a R$ 3,57 na manhã de quinta, dia 3 de maio


postado em 04/05/2018 09:50 / atualizado em 04/05/2018 10:03

Depois que o Banco Central (BC) intensificou a venda de dólares no mercado futuro, a moeda americana fechou em queda pela primeira vez em dois dias. O dólar comercial encerrou a quinta, dia 3 de maio, vendido a R$ 3,531, com queda de R$ 0,019 (-0,52%).

O câmbio oscilou bastante ao longo do dia, alternando momentos de alta e de queda. No fim da manhã de quinta (3), por volta das 12h, encostou em R$ 3,57, mas desacelerou durante a tarde até fechar em pequena queda.

Nesta sexta, dia 4 de maio, o BC começou a atuar no mercado de câmbio acelerando a rolagem (renovação) de contratos de swap cambial, que equivalem à venda de dólares no mercado futuro, que venceriam em junho. A medida havia sido anunciada na noite de quarta (2), após a moeda americana fechar no maior nível em quase dois anos.

As incertezas do mercado cambial estão ligadas às decisões recentes de instituições financeiras do governo dos Estados Unidos. Na quarta (2), o Federal Reserve Bank (Fed), espécie de Banco Central americano, manteve os juros básicos da maior economia do planeta numa faixa entre 1,5% e 1,75% ao ano. Em comunicado, no entanto, a autoridade monetária americana indicou que pode elevar a taxa na próxima reunião, em junho.

O fato de a inflação da maior economia do planeta estar em alta aumenta as possibilidades de que o Fed eleve os juros além do previsto. Taxas mais altas em economias avançadas atraem os investidores internacionais, que retiram o dinheiro de países emergentes, como o Brasil, pressionando para cima a cotação do dólar.

(com Agência Brasil e Agência EFE)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade