Belo Horizonte ganha novos radares nas avenidas Cristiano Machado e Via Expressa

São sensores de velocidade e de avanço de sinal

por Encontro Digital 03/05/2018 08:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Google Street View/Reprodução
Segundo a BHtrans, foram instalados dois radares para controle de velocidade na avenida Juscelino Kubitschek (Via Expressa), na altura da rua Christina Maria Assis (foto: Google Street View/Reprodução)
A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anuncia que, a partir desta quinta, dia 3 de maio, entram em operação novos radares nas avenidas Cristiano Machado e Juscelino Kubitschek (Via Expressa). De acordo com a BHTrans, são dois equipamentos de fiscalização de avanço de sinal instalados na Cristiano Machado, nas esquinas com a avenida Saramenha, ambas no sentido bairro/centro; e dois de controles eletrônicos de velocidade na Juscelino Kubitscheck, a seis metros do viaduto Setenta e Sete, sentido Belo Horizonte/Contagem, pista interna, e a 72 m do viaduto Setenta e Três, pista principal, também no sentido Belo Horizonte/Contagem.

Além desses aparelhos, a BHTrans informa que outros radares estão sendo substituídos na Via Expressa por equipamentos que receberam nova tecnologia no registro da captura das imagens, passando a ter sensores fixados em um pórtico sobre a via, em vez de instalados no piso. "Como no local o pavimento é de concreto, o uso desse tipo de radar preserva a via, evitando infiltrações", diz a nota da PBH.

Os sensores com a nova tecnologia estão instalados na Via Expressa a 23 m da rua Christina Maria Assis, tanto no sentido Belo Horizonte/Contagem, quanto no sentido Contagem/Belo Horizonte, ambos na pista interna; já na pista externa, eles estão no sentido Contagem/Belo Horizonte, a 23 m da rua Christina Maria Assis, bem como a 126 m da rua do Garimpo, sentido Contagem/Belo Horizonte; o outro equipamento foi instalado a 27 m do viaduto Setenta e Sete, sentido Contagem/Belo Horizonte, na pista interna.

A BHTrans afirma que a escolha desses locais para instalação do sistema de fiscalização de velocidade e avanço de sinal leva em consideração o "número de acidentes com vítimas fatais, fatores técnicos e o potencial risco de novos acidentes". Esses locais foram sinalizados com placas que indicam a velocidade máxima de 60 km/h em conjunto com a sinalização de fiscalização eletrônica.

(com assessoria de imprensa da PBH)

Últimas notícias

Comentários