Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL

Copa de 2030 poderá ser sediada em três países

Argentina, Paraguai e Uruguai estão interessados em dividir o Mundial de futebol da Fifa


postado em 03/05/2018 09:46 / atualizado em 03/05/2018 10:13

Depois da Copa do Mundo da Rússia deste ano, entre os dias 14 de junho e 15 de julho, os próximos eventos da Fifa serão realizados no Catar (2022) e em dois países em 2026: Estados Unidos e Canadá. Já para o Mundial de 2030, que ainda não teve a sede definida, podemos ter, pela primeira vez, três nações hospedando o maior evento do futebol internacional. A informação foi divulgada pela agência argentina de notícias Télam.

No dia 9 de abril, o presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, juntamente com representantes do Uruguai e do Paraguai apresentaram, na Casa Rosada, sede do governo da Argentina, a proposta para que a Copa de 2030 tenha três países sedes: Argentina, Paraguai e Uruguai. A tripla candidatura será apresentada nos jogos da Rússia.

Segundo a AFA, serão oito cidades-sede argentina, duas paraguaias e duas uruguaias. "Foi decidido o número de locais. O que ainda não sabemos é quais serão esses locais. Mas, isso também dependerá muito do esforço feito por cada província que deseja ter seu lugar", comenta Claudio Tapia, em entrevista coletiva divulgada pela Télam.

Além disso, o craque argentino Lionel Messi, que atua pelo Barcelona, da Espanha, já teria dado seu aval para a candidatura dos três países sulamericanos e se prontificou a levantar a bandeira dessa postulação, o que deve fazer com que outros jogadores apoiem a causa.

"Tudo é muito prematuro para saber qual será o investimento para realizar a Copa, mas também funcionará com investimento privado para que nem tudo tenha que sair do estado. Quanto às províncias, Santiago del Estero contribuirá para a construção de um estádio da Copa do Mundo", afirma o secretário de Esportes da Argentina, Carlos Mac Allister, na mesma coletiva.

Por enquanto, além das nações vizinhas do Brasil, apenas a Inglaterra demonstrou interesse em disputar a sede da Copa do Mundo de 2030.

(com Agência Télam)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade