Garoto com morte cerebral declarada pelos médicos ressuscita nos Estados Unidos

O jovem de 13 anos ia ter os órgãos doados quando seu cérebro voltou a funcionar

por João Paulo Martins 07/05/2018 14:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fox 10/Reprodução
O jovem americano Trenton Mckinley sofreu um grave acidente que o deixou em coma e com morte cerebral. "Milagrosamente", ele se recuperou e está levando uma vida quase normal (foto: Fox 10/Reprodução)
Um caso de "ressuscitação" ocorrido no condado de Mobile, no sul do estado do Alabama, nos Estados Unidos, está intrigando médicos e internautas em todo o mundo. Em março deste ano, o jovem Trenton Mckinley, de 13 anos, estava brincando de bugue com alguns amigos quando os freios de seu equipamento falharam e ele acabou sofrendo um acidente: o trailer que estava conectado ao bugue acertou sua cabeça. Ele teve nada menos que sete fraturas no crânio. "Ele [veículo] bateu no concreto e o trailer parou no topo da minha cabeça. Depois disso, não lembro de mais nada", conta o garoto à rede de TV local Fox 10.

Trenton foi socorrido para o Centro Médico USA, que fica em Mobile, para a realização de uma cirurgia de emergência. Em seguida, foi levado para um hospital, onde permaneceu internado na UTI, em coma, respirando com a ajuda de aparelhos. "Ele ficou morto por 15 minutos. Quando voltou, os socorristas disseram que ele nunca seria o mesmo. Me disseram que os problemas causados pela falta de oxigenação no cérebro o deixariam vegetando pelo resto da vida", revela Jennifer Reindl, mãe do adolescente, à emissora americana.

O garoto ficou vários dias lutando pela vida quando, em certo momento, os médicos disseram para a família que Trenton Mckinley havia tido morte cerebral. Os pais do menino aceitaram fazer a doação dos órgãos, que beneficiariam cinco crianças, e chegaram até a assinar os papeis. Mas, de forma surpreendente e "milagrosa", como algumas pessoas estão acreditando, um dia antes da equipe médica desligar os aparelhos de Trenton, para levá-lo à sala em que seriam retirados os órgãos, ele voltou a apresentar sinais de atividade cerebral. Em seguida, passou a respirar por conta própria e até chegou a dizer algumas frases completas.

"Eu estava caminhando num campo aberto. Não existe outra explicação, senão a de que foi Deus. Não tem outro motivo. Até os médicos disseram isso", afirma o garoto à Fox 10. Ele acredita que esteve no céu durante o período em que teve a morte cerebral declarada.

Claro que Trenton não se recuperou totalmente do incidente. Além de perder 22 kg, ele sofre diariamente com dores nevrálgicas (nos nervos) e convulsões. O adolescente também já passou por três cirurgias no cérebro e ainda aguarda novos procedimentos.

Últimas notícias

Comentários