Nasa lança com sucesso nova missão para Marte

Agora, a ideia é analisar o subsolo do Planeta Vermelho

por Encontro Digital 07/05/2018 15:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nasa/Divulgação
A nova missão da Nasa intitulada InSight foi lançada com sucesso no sábado, dia 5, e deve analisar o subsolo de Marte (foto: Nasa/Divulgação)
No sábado, dia 5 de maio, a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa lançou a missão InSight, que tem como objetivo analisar o "coração" do planeta Marte. O lançcamento bem sucedido foi feito no Space Launch Complex-3, na base aérea Vandenberg, que fica na Califórnia (EUA). A informação foi divulgada pela agência espanhola de notícias EFE.

O foguete United Launch Alliance Atlas V 401 leva no interior um veículo robótico que será o encarregado de explorar o núcleo do Planeta Vermelho, para analisar o subsolo marciano e, com isso, ajudar a entender como se deu a formação de planetas rochosos como a Terra.

O lançamento ocorreu às 4h05 (hora local; 8h05 de Brasília) e a previsão é que o United Launch Alliance Atlas V 401 aterrisse em Marte no dia 26 de novembro.

Esta é a primeira vez que uma missão espacial tem como único objetivo analisar as entranhas do segundo menor planeta do Sistema Solar – só perde para Mercúrio.

Curiosity

Até agora, todas as missões da Nasa enviadas ao nosso vizinho apenas capturaram imagens da superfície, estudaram rochas, escavaram a terra e procuraram indícios de água, mas, o interior de Marte nunca foi explorado. Nem o robô Curiosity, que vem analisando a superfície do Planeta Vermelho desde 2011, chegou a fazer incursões para além do solo marciano.

"Cerca de 99% do planeta nunca foram observados. Vamos estudá-lo com nosso sismômetro [mede diretamente os terremotos] e a nossa sonda de fluxo de calor, pela primeira vez", comenta Bruce Banerdt, principal pesquisador da InSight, em coletiva de imprensa antes do lançamento.

Para Jim Green, diretor de ciências planetárias da Nasa, a  nova missão enviada a Marte é "fantástica" e ajudará a humanidade a compreender a composição da crosta, do manto e do núcleo do nosso vizinho, além de dar um sinal de como se originou o Sistema Solar.

A missão, que terá quase dois anos e percorrerá os 485 milhões de km que separam a Terra de Marte, é financiada e coordenada principalmente pelos Estados Unidos, mas conta com a participação da Alemanha e da França.

(com Agência Brasil e Agência EFE)

Últimas notícias

Comentários