Tite confirma que Seleção Brasileira é favorita ao título da Copa da Rússia

Além disso, Neymar, Felipe Luiz e Fagner devem estar prontos para os amistosos antes do Mundial

por Encontro Digital 15/05/2018 08:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação)
Em entrevista coletiva concedida na segunda, dia 14 de maio, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, logo após anunciar a lista dos 23 jogadores convocados para a Copa da Rússia, o técnico Tite, da Seleção Brasileira, fez questão de dizer que o Brasil é um do favoritos ao título d Mundial da Fifa.

"O Brasil é um dos favoritos, sim. Pelo futebol que tem apresentado e pela consistência da equipe", comenta Tite, quando questionado sobre o favoritismo que sempre ronda a Seleção Brasileira em todas as Copas, embora isto não tenha se traduzido sempre em vitórias.

O técnico, ex-Corinthians, revela ainda que, entre os principais pontos que leva em consideração ao convocar um jogador, está o retrospecto de sua carreira, além do que ele classifica de "feeling" [substantivo inglês que significa, em tradução livre, intuição], ao conversar diretamente com oatleta.

"Consistência de carreira, de trabalho, dentro da seleção e da própria carreira credenciam a este momento máximo que é a Seleção Brasileira, principalmente em Copa do Mundo. Mundial, pressão psicológica, necessidade de desempenho, aspectos táticos, técnicos, físicos e emocionais são fundamentais para esta avaliação", diz o treinador.

Tite ressalta que o aspecto psicológico é importantíssimo para os jogadores, já que o Mundial é uma competição curta. Após a fase de grupos, quando passam dois times, a disputa é do tipo "mata-mata", quando só continua na disputa quem vencer, tornando cada partida uma espécie de decisão.

"O aspecto psicológico e emocional são fundamentais. São de três a sete jogos nesta Copa, as tensões são muito fortes e tem que aguentar as pressões.Todos aqueles que passaram [por outras Copas] vão me ajudar e ajudar a comissão técnica. Eles vivenciaram uma experiência única, que se aprende ganhando, empatando e perdendo. Depende da nossa capacidade de absorver isso".

Neymar

Quanto à situação física do atacante Neymar Jr., que atua pelo Paris Saint-Germain (PSG) e está se recuperando de uma cirurgia que tratou a fissura no pé direito, o médico da Seleção, Rodrigo Lasmar, que também participou da coletiva, garante que o jogador estará pronto para participar do primeiro amistoso, contra a Croácia.

"Nós estivemos acompanhando a reta final de sua recuperação. Ele se encontra muito bem. Os exames de imagem mostraram uma ótima evolução da fratura. Ele já começou o trabalho em campo, o trabalho vai ser progressivo. A nossa ideia é que ele se apresente na Granja Comary [centro de treinamento no RJ] em condições de trabalhar com bola e, gradativamente, com o grupo. Ele terá condições físicas de participar do primeiro amistoso e terá condições de recuperar esta condição de jogo", afirma o ortopedista mineiro.

Lasmar também garante que Felipe Luiz está recuperado de fratura e que há tempo suficiente, antes do início da competição, para recuperar Fagner.

Treinamento

Os treinos e a avaliação física dos jogadores que atuarão na Copa da Rússia começarão na Granja Comary, em Teresópolis, a partir do dia 21 de maio, quando os atletas se apresentarão e serão recebidos pela comissão técnica, que chega um dia antes.

Serão apenas seis dias de trabalho, já que no dia 27 de maio, todos embarcam para a Inglaterra, onde a Seleção fará sua preparação no centro de treinamento do clube inglês Tottenham. Dois amistosos foram marcados, antes da equipe viajar à Rússia. No dia 3 de junho, os brasileiros enfrentam a equipe da Croácia, em Liverpool, e, dia 10, jogam contra a Áustria, em Viena.

Sochi

Na Rússia, a Seleção Brasileira fará sua preparação final na cidade de Sochi, onde realizará os treinamentos e retornará após as partidas. No local, ficará toda a estrutura para os jogadores e a comissão técnica. A primeira partida do Brasil será dia 17 de junho, contra a Suíça; o segundo confronto será dia 22, contra a Costa Rica; e o último jogo da primeira fase, dia 27, será contra a Sérvia.

Caso o Brasil fique em primeiro lugar no Grupo E, enfrentará, nas oitavas de final, dia 2 de julho, o segundo lugar do Grupo F, que tem Alemanha, Coreia do Sul, México e Suécia.

A Copa do Mundo começa dia 14 de junho com o jogo entre a Rússia e a Arábia Saudita, pelo Grupo A; já a final será dia 15 de julho.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários