Cientistas apontam quantos exercícios são necessários para manter o coração 'jovem'

Estudo descobriu qual a rotina mais indicada para quem quer evitar doenças cardíacas

por João Paulo Martins 22/05/2018 13:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Segundo um estudo publicado no periódico científico Journal of Physiology, da Sociedade Fisiológica do Reino Unido, no domingo, dia 20 de maio, a melhor maneira de manter o coração saudável e jovem é fazer exercícios físicos durante pelo menos 30 minutos de quatro a cinco dias por semana. A pesquisa, elaborada por cientistas do Centro Médico Southwestern, da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, examinou 102 pessoas com mais de 60 anos que se identificaram como fisicamente ativas ao longo de suas vidas.

À medida que as pessoas envelhecem, as artérias começam a endurecer. Os pesquisadores americanos mediram a rigidez arterial dos participantes e os dividiram em quatro grupos diferentes com base na quantidade de tempo que dedicavam aos exercícios físicos. Os grupos foram definidos como sedentários (se exercitavam menos de duas vezes por semana); praticantes casuais (exercícios de duas a três vezes por semana); praticante empenhado (de quatro a cinco treinos por semana); e atletas "profissionais" (de seis a sete sessões semanais).

Com base nas observações, os cientistas determinaram que aqueles que relataram exercícios de duas a três vezes por semana tinham artérias jovens de tamanho médio, que são importantes para o fluxo sanguíneo na cabeça e no pescoço. Os "praticantes empenhados", que iam à academia de quatro a cinco dias por semana foram ainda mais saudáveis, com artérias de tamanho médio e grandes artérias centrais, o que facilitava ainda mais o fluxo sanguíneo para o tórax e para o abdômen. Atletas "profissionais" e comprometidos tinham corações mais jovens e saudáveis do que o grupo sedentário.

Embora várias formas de atividades físicas podem ajudar a reduzir as mortes relacionadas a doenças cardiovasculares, os pesquisadores sugerem que as novas descobertas podem ajudar no "desenvolvimento de programas de exercícios para manter o coração jovem e até mesmo retardar os danos em corações e vasos sanguíneos mais 'antigos'", conforme relatam no artigo científico.

Considerando que o estudo não indicou a intensidade e que tipo de atividades os participantes executaram, o pesquisador Benjamin Levine, um dos autores do estudo, diz à revista americana Time que a mensagem principal é que "o exercício precisa fazer da 'higiene' pessoal".

Ainda segundo Levine, levando em conta sua própria experiência, a recomendação é que as pessoas façam exercícios de alta intensidade pelo menos uma vez por semana e menos intensos de duas a três vezes. Nos fins de semana, é bom relaxar com uma atividade física divertida, sugere o especialista.

Embora as autoridades alertem que esperar até os 70 anos de idade não é ideal para prevenir o envelhecimento cardíaco, eles revelam que iniciar a prática de diferentes exercícios antes dos 65 anos pode ter um impacto muito positivo para o sistema cardiovascular.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários