STF rejeita mais um pedido de soltura do ex-presidente Lula

A Segunda Turma do STF rejeitou o recurso da defesa do petista

por Encontro Digital 11/05/2018 09:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
STF/Divulgação
(foto: STF/Divulgação)
Na quinta, dia 10 de maio, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou contra mais um recurso enviado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que pretendia conseguir a soltura dele – o petista está preso desde o dia 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Cutiriba (PR), em cumprimento à pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá (SP).

Celso de Mello seguiu o voto do relator, ministro Edson Fachin, que já havia negado o recurso. Participaram também do julgamento os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, que compõem a Segunda Turma do STF. Todos rejeitaram o pedido de liberdade.

Ministro mais antigo do STF, Mello voltou a afirmar que considera "esdrúxula execução provisória de condenação criminal sem trânsito em julgado", antes do julgamento das apelações a instâncias superiores. No entanto, ele afirmou que o caso de Lula já foi debatido em plenário pela Corte, e que por isso negaria o recurso do ex-presidente "em respeito ao princípio da colegialidade".

O julgamento, iniciado na sexta-feira, dia 4 de maio, ocorreu no plenário virtual, ambiente em que os ministros apresentam seus votos pelo sistema eletrônico, sem se reunirem presencialmente.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários