Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Danos no joelho podem provocar condromalácia patelar

Problema é sério e demanda tratamento contínuo


postado em 28/06/2018 10:53 / atualizado em 28/06/2018 11:19

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
Sabia que mesmo as pessoas consideradas sedentárias, com o passar dos anos, podem apresentar desgaste nos joelhos, principalmente se estiverem acima do peso? Mas, claro que problemas como a condromalácia patelar (danos à cartilagem que fica sob a rótula) são mais comuns em determinados tipos de atletas.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Pastore, algumas condições costumam desencadear dor nos joelhos: subir/descer escada com regularidade; usar salto alto para trabalhar; passar várias horas do dia sentado na mesma posição; além de exercícios comuns nas academias que exigem dobrar os joelhos repetidamente, como agachamento, salto e corrida.

"A primeira coisa a fazer, quando acometido por uma forte dor no joelho, é interromper qualquer uma dessas atividades que tendem a castigar as articulações dos membros inferiores. É importante, também, tirar um tempo para descansar com as pernas elevadas, aplicando gelo e compressas, além de agendar consulta com um ortopedista. Uma vez diagnosticada a condromalácia patelar, o paciente deverá seguir o tratamento à risca", orienta a especialsta, reforçando que o problema não se resolve por si só.

A fisioterapeuta explica que os músculos da perna e do quadril desempenham um importante papel nos movimentos do joelho. Sendo assim, é fundamental fortalecer essas estruturas para evitar que a flacidez provoque um desequilíbrio que se refletirá no desgaste da cartilagem. "Exercícios especificamente recomendados para quem tem tendência à condromalácia patelar fazem toda a diferença em termos de alívio e bem-estar. Eles visam ao fortalecimento muscular sem forçar demais as articulações. Uma boa dica é fazer elevamento de perna esticada, trocando de perna a cada vinte repetições. Com as costas encostadas na parede, movimentos leves de descer e subir, sem dobrar os joelhos, também podem ser empregados para o fortalecimento muscular, assim como as contrações dos glúteos. Mas, há outros tantos exercícios liberados, como caminhadas, hidroginástica, patinação, pilates e ioga", comenta Adriana Pastore.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade