Fortalecimento da cana ajuda na alimentação do gado durante a estiagem

Uso de ureia e minerais contribui para o ganho de peso e a produção de leite

por Encontro Digital 27/06/2018 12:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Emater/Divulgação
(foto: Emater/Divulgação)
O uso de cana-de- açúcar na alimentação do gado não é nenhuma novidade, especialmente na época de estiagem (Outono e Inverno). Mas, para obtenção de resultados melhores, pecuaristas orientados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) estão adicionando minerais e proteínas à cana, gerando um alimento que ajuda no fortalecimento dos animais.

A cultura da cana tem baixo custo de produção, é de fácil manejo e rica em energia. O problema é que ela é pobre em proteínas e minerais, que são essenciais para os bovinos. Por orientação da Emater-MG, pecuaristas da cidade de Capitão Andrade, na região leste de Minas, passaram a acrescentar o Nitromineral Epamig, desenvolvido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), à cana-de-açúcar.

"É uma mistura de ureia e minerais para corrigir a cana e atender às exigências de produção. Gerou bons resultados quando utilizado para bezerras e novilhas no período seco", comenta Clederson Corradi de Mattos Gonçalves, pesquisador da Epamig.

Segundo Ronald Hott, coordenador técnico regional da Emater-MG, os animais que receberam a cana corrigida com o Nitromineral Epamig apresentaram maior ganho de peso. "Outro ponto importante é que, com essa mistura, diretamente no cocho, o risco de intoxicação do animal por ureia é praticamente reduzido a zero", diz o especialista.

No município de Capitão Andrade, 11 propriedades fazem uso do produto de fortalecimento mineral. Para Newman Franco, técnico da Emater-MG, todos os produtores que estão utilizando o Nitromineral Epamig apresentaram melhorias na produção. "Nessas propriedades há um aumento de até 60% da produção de leite em relação ao mesmo período de estiagem do ano passado", diz o técnico.

(com Agência Minas)

Últimas notícias

Comentários