Loja do Google possui aplicativos com vírus ocultos, diz McAfee

Ao menos 10 apps estão contaminados com o código malicioso

por Encontro Digital 29/06/2018 11:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Androidauthority.com/Reprodução
(foto: Androidauthority.com/Reprodução)
Especialistas da empresa americana de segurança digital McAfee encontraram mais de 10 aplicativos maliciosos (infectados com malware) na loja oficial do sistema Android para smartphones, a Google Play.

De acordo com a McAfee, a criação dos software maliciosos envolveu hackers do grupo conhecido como AsiaHitGroup. Os cibercriminosos construíram o vírus Sonvpay.C, que utiliza notificações silenciosas nos aparelhos celulares. Ou seja, depois de instalado, o aplicativo exibe aos usuários mensagens de notificação sobre a necessidade de atualização de vários apps. O problema é que, ao clicar nessas notificações, a pessoa acaba fazendo a inscrição para serviços pagos, sem saber.

Para que os donos de smartphones com o sistema operacional Android não percebam o truque, os hackers usam um sistema de pagamento conhecido como WAP billing, que não requer o envio de mensagens SMS de confirmação. Isso permite retirar dinheiro diretamente da conta bancária dos usuários do celular e, ao mesmo tempo, eles não encontrarão nada no histórico de mensagens enviadas.

Ainda segundo a McAfee, o principal alvo dos invasores foram cidadãos do Cazaquistão, no leste da Europa, e da Malásia, mas os especialistas acreditam que os fraudadores planejam expandir a área de atuação de seus crimes cibernéticos. Desde janeiro de 2018 os hackers podem ter se apropriado de US$ 60 mil (cerca de R$ 231 mil) a US$ 145 mil (R$ 560 mil), informa a McAfee.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários