Mais um torcedor brasileiro causa revolta com vídeo na Rússia

Desta vez, uma criança é vítima da brincadeira de mau gosto

por Encontro Digital 21/06/2018 11:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/fernanda.kuznetsova.5/Reprodução
O torcedor brasileiro identificado como Lucas Maciel está revoltando os internautas após gravar vídeo em que faz uma criança russa dizer vários palavrões (foto: Facebook/fernanda.kuznetsova.5/Reprodução)
Depois dos vídeos de torcedores brasileiros assediando mulheres russas, que gerou revolta nos internautas do Brasil e de várias partes do mundo, agora, é a vez de uma oputra gravação causar polêmica. No vídeo compartilhado no Facebook na quarta, dia 20 de junho, um turista brasileiro, identificado como Lucas Maciel, repete a atitude vergonhosa, mas, desta vez, contra um menino russo.

Lucas, que supostamente é morador do Rio de Janeiro, aparece na gravação pedindo para a criança russa repetir frases de baixo calão, como "eu sou filho da p*ta", "eu sou veado" e "eu dou para o Neymar". Embora não esteja claro em qual cidade e dia as imagens foram registradas, o vídeo foi postado em tom de indignação pela internauta brasileira Fernanda Kuznetsova em sua conta oficial do Facebook. Ela mora em São Petersburgo.

A publicação já acumula 2,1 milhões de visualizações e teve mais de 35 mil compartilhamentos. Assista:


Horas depois da repercussão, Lucas deletou o perfil que mantinha no Twitter. Ele apareceu em seguida, em outra gravação, pedindo desculpas. "Estou gravando este vídeo para pedir desculpas para o menino e para toda a Nação russa pela brincadeira que eu fiz. Eu fui gravar um vídeo com ele, um vídeo infantil da minha parte e achei que não foi certo. Quero esclarecer que este tipo de brincadeira 'não faz parte da nossa nação brasileira' e estou completamente arrependido, desculpa a todo mundo", diz o torcedor brasileiro.

Autoridades russas ainda não se manifestaram sobre esse novo evento. Ainda assim, na manhã desta quinta, dia 21 de junho, segundo a agência russa de notícias Sputnik, a juíza Alyona Popova iniciou uma petição na justiça russa para punir os brasileiros que apareceram incitando uma mulher a repetir termos chulos em português. O Ministério de Assuntos Interiores da Rússia deve começar a investigar a situação e caso sejam considerados culpados, os torcedores podem ser multados e impedidos de viajar de volta para o Brasil.

Já o ministro dos Esportes do Brasil, Leandro Froes, que concedeu coletiva em Moscou na quarta (20), também se manifestou sobre as gravações de cunho amchista e disse estar envergonhado com a atitude demonstrada pelos compatriotas. "Uma atitude como essa, além de envergonhar nosso país como um todo, merece todas as repreensões que a gente possa fazer", declara Froes aos jornalistas.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários