Toxina botulínica e ácido hialurônico contra o envelhecimento facial

Substâncias ajudam a minimizar marcas de expressão e efeito de rosto 'caído'

por Da redação com assessorias 04/06/2018 16:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Depois dos 30 anos, é quase impossível evitar os sinais do envelhecimento na pele, especialmente no rosto. E não são apenas as rugas as responsáveis pelo aspecto envelhecido da face. A idade leva à perda do volume facial, que é resultado do reposicionamento e da redução da gordura no rosto, assim como do remodelamento ósseo. Como consequência, há mudanças na forma e no contorno da face.

Outra região que sofre com o passar do tempo é a região periorbitária, no entorno dos olhos. Segundo a oftalmologista Tatiana Nahas, da Santa Casa de São Paulo (SP), as pálpebras superiores perdem a elasticidade e acabam "pesando". "Há pessoas com maior tendência ao aparecimento de olheiras e as bolsas de gordura nas pálpebras inferiores. Todos esses aspectos acabam impactando numa aparência menos jovial e cansada", comenta a médica.

A boa notícia é que os sinais da idade no rosto podem ser tratados. "Hoje, a blefaroplastia é um dos procedimentos cirúrgicos estéticos mais procurados para melhorar a aparência facial. Podemos tanto corrigir o excesso de pele das pálpebras superiores, quanto retirar as bolsas de gordura das pálpebras inferiores", diz a especialista.

Mas, quem quer adiar um pouco a cirurgia, uma boa opção é o uso da toxina botulínica (mais conhecida comercialmente como Botox) e ácido hialurônico. As pessoas costumam achar que essas substâncias têm o mesmo efeito. Mas, cada um possui um objetivo diferente.

O Botox atua na suavização das rugas e das marcas de expressão ao bloquear a contração muscular, especialmente quando a pessoa faz alguma expressão facial. Vale lembrar que, além de suavizar as linahs do rosto, a toxina botulínica age de forma preventiva na área em que foi aplicada, já que a pele não irá sofrer movimentação devido à paralisia muscular (no período de duração do produto). "Podemos suavizar as rugas periorbitárias [pés de galinha], na testa, entre as sobrancelhas, ao redor dos lábios etc.", afirma Tatiana Nahas.

Já o preenchimento com ácido hialurônico, atua na recuperação do volume e do contorno da face, perdidos devido ao processo de envelhecimento.

Asduas substâncias são aplicadas de forma parecida, por meio de pequenas agulhas, nos pontos que mais incomodam o paciente em relação à aparência. Mas, existe uma diferença importante entre elas, que é a duração doe feito. O preenchimento pode durar até 18 meses, enquanto a toxina botulínica dura, em média, de quatro a seis meses.

Últimas notícias

Comentários