Parece cena de filme: acidente com bactéria perigosa causa evacuação de parte de universidade

Um funcionário deixou cair um pote com tuberculose numa instituição americana

por João Paulo Martins 18/07/2018 14:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Twitter/dcollinsWBAL/Reprodução
Um acidente com a bactéria causadora da tuberculose, na Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, causou a evacuação de parte da instituição no início de julho (foto: Twitter/dcollinsWBAL/Reprodução)
Uma cena típica de filmes de ação ou suspense foi registrada nos Estados Unidos no início de julho: funcionário do hospital da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Maryland (EUA), acabou deixando vazar, de forma acidental, durante o transporte, uma pequena quantidade da bactéria Mycobacterium tuberculosis, causadora da tuberculose, uma das doenças mais mortais do mundo. Assim que foi relatado, o incidente provocou, inicialmente, a evacuação de vários edifícios da instituição de ensino. A informação foi divulgada pelo canal de TV local WBAL.

De acordo com a reportagem divulgada pela emissora americana, o incidente envolveu um pequeno frasco de uma amostra congelada de tuberculose que caiu no chão e a tampa acabou saindo. A queda ocorreu na ponte interna que conecta os dois edifícios do Centro de Pesquisa Sobre o Câncer, do hospital universitário – é uma área de acesso restrito a pessoas de fora. Logo após o acontecimento, o alarme de emergência foi acionado e os funcionários, evacuados.

"A unidade de bombeiros e de resgate da cidade de Baltimore iniciou os protocolos de hazmat [para materiais perigosos] e, por precaução, ambos os prédios de pesquisa foram evacuados. Autoridades de segurança pública e especialistas em doenças infecciosas limparam os prédios e a evacuação foi suspensa", informa a Universidade John Hopkins em comunicado enviado à versão americana do blog Gizmodo. "Confirmamos que não havia risco para ninguém no campus. Queremos agradecer aos nossos funcionários pela rápida resposta à situação, bem como ao Corpo de Bombeiros de Baltimore", completa a nota da instituição.

A doença

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a tuberculose é a nona maior causa de morte em todo o mundo. Em 2016, mais de 1,6 milhão de pessoas foram vítimas da doença no mundo – são mais de 10 milhões de tuberculosos. Brasil está entre os 20 países com o maior número de casos, conforme a OMS.

Em nosso país, segundo o Ministério da Saúde, a cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil novos casos de tuebrculose, com cerca de 4,5 mil mortes em decorrência da doença.

O principal sintoma da tuberculose é a tosse na forma seca ou produtiva, informa o ministério. "Por isso, recomenda-se que todo sintomático respiratório, como tosse por três semanas ou mais, seja investigado. Há outros sinais e sintomas que podem estar presentes, como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço ou fadiga", diz texto publicado no site da pasta.

A principal forma de tratamento da tuberculose é por meio de medicamentos, que devem ser administrados de forma rigorosa. "A tuberculose tem cura e o tratamento, que dura no mínimo seis meses, é gratuito e disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde [SUS]", afirma o Ministério da Saúde.

Últimas notícias

Comentários