Morre em São Paulo o jurista Hélio Bicudo

Fundador do PT foi um dos elaboradores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff

por Encontro Digital 31/07/2018 13:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rovena Rosa/Agência Brasil/Divulgação
(foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Divulgação)
Aos 96 anos, o renomado jurista paulista Hélio Bicudo, fundador do Partido dos Trabalhadores (PT) e um dos elaboradores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, morreu nesta terça, dia 31 de julho, na capital paulista. Bicudo deixa sete filhos, netos e bisnetos.

Ativista na área dos direitos humanos, ele ganhou notoriedade no Brasil ao combater o chamado Esquadrão da Morte, organização paramilitar dos anos de 1970, que atuava em apoio à Ditadura Militar contra os cidadãos considerados desvirtuados. Mais tarde, foi eleito presidente da Fundação Interamericana de Defesa dos Direitos Humanos.

Hélio Bicudo foi deputado federal por dois mandatos (1991 e 1999) e vice-prefeito de São Paulo na gestão de Marta Suplicy, então filiada ao PT, de 2001 a 2005. O jurista anunciou sua desfiliação do PT em 2005, durante as investigações do caso de corrupção conhecido como Mensalão.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários