Porquinho com 'tromba e cara de gente' assusta internautas

Confira o vídeo do leitão deformado que nasceu na China

por João Paulo Martins 09/07/2018 10:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
China.Recorder/Newsflare/Reprodução
O leitãozinho que nasceu deformado, com "rosto de gente", na China, teria sobrevivido apenas dois dias, segundo o tabloide britânico Daily Mail (foto: China.Recorder/Newsflare/Reprodução)
Um porquinho que nasceu deformado está chamando a atenção dos internautas. O leitão "mutante", com uma espécie de tromba de elefante na testa e as feições parecidas com as do rosto humano, nasceu numa cidade que fica no sudeste da China. A informação fi divulgada pelo tabloide inglês Daily Mail.

O animalzinho incomum deixou os aldeões assustados. Um vídeo gravadao no dia 28 de junho deste ano mostra o leitãozinho respirando de forma ofegante e se movendo fracamente na mão do suposto dono da chácara em que ele nasceu.

Segundo o Daily Mail, o animal, que supostamente morreu dois dias após o nascimento, seria portador da holoprosencefalia, transtorno caracterizado pela ausência do desenvolvimento do prosencéfalo (lóbulo frontal do cérebro). Durante o desenvolvimento normal, o lóbulo frontal e o rosto começam a se desenvolver da quarta até a oitava semana de gravidez. No caso do leitão chinês, a falta de divisão do lóbulo frontal do cérebro do embrião causou os defeitos no desenvolvimento da face, da estrutura e do funcionamento do cérebro. Esta condição também costuma acometer os seres humanos.

"Olhe para este monstro com um tronco de elefante, uma boca de galinha e um rosto humano", diz uma das pessoas que participam da gravação do vídeo, feito com smartphone, conforme tradução do tabloide britânico.

As imagens do porquinho deformado teriam sido gravadas na cidade de Jiangmen, na província de Guangdong, na China, informa o Daily Mail.

Assista, abaixo, ao vídeo do bichinho que assustou os chineses e muitos internautas:

Últimas notícias

Comentários