Cientistas descobrem estrela que pode 'provar' a teoria do Big Bang

O corpo celeste é rico em lítio, um dos elementos primordiais do Universo

por João Paulo Martins 08/08/2018 17:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Em estudo publicado na revista científica Nature Astronomy nesta quarta, dia 8 de agosto, astrônomos chineses divulgam a descoberta de uma estrela gigante rica em lítio, um dos elementos químicos considerados primordiais no Universo e que teriam feito parte do Big Bang, a explosão que deu origem a todos os corpos estelares que temos hoje.

A equipe do Observatório Nacional de Astronomia da China, que fica em Chaoyang, descobriu que a estrela, considerada gigante por ter uma luminosidade entre 10 e mil vezes maior que a do nosso Sol, tem cerca de três mil vezes mais lítio do que outras estrelas conhecidas e está a 4,5 mil anos-luz da Terra.

O lítio é considerado um dos três elementos químicos que foram sintetizados logo após o Big Bang, juntamente com os gases hélio e o hidrogênio.

A alta prevalência desses três elementos é entendida pela comunidade científica como a prova mais forte da teoria da explosão primordial do Universo, que defende que tudo que existe atualmente teve origem num único ponto supermassivo contido no espaço e que depois se expandiu.

Vale lembrar que nosso Universo possui cerca de 14 bilhões de anos.

Últimas notícias

Comentários