Coreana dorme em caixão e acaba morrendo

A atitude bizarra faria parte de um ritual religioso

por João Paulo Martins 07/08/2018 11:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Freeimages
(foto: Freeimages)
Uma notícia bizarra divulgada pela agência coreana de notícias Yonhap está chamando a atenção de internautas do mundo inteiro. Uma mulher de 47 anos foi encontrada morta na sexta, dia 3 de agosto, depois de dormir dentro de um caixão, como parte de um ritual religioso que visava "expulsar os infortúnios". A informação foi repassada à agência pela polícia da cidade de Gumi, na região sudeste da Coreia do Sul.

A coreana, que não teve a identidade revelada, estava acompanhada de outras duas amigas e entrou pela primeira vez no caixão por volta das 20h de quinta (2). Porém, duas horas depois, decidiu sair do objeto, alegando dificuldade para respirar. O problema é que uma das amigas insistiu para que ela retornasse ao caixão e desse continuidade ao processo de "purificação da alma".

Na manhã seguinte, quando uma das participantes foi "acordar" as demais, uma das amigas estava dormindo, enquanto a outra foi encontrada morta. De acordo com a Yonhap, a coreana de 47 anos teria morrido por volta das 6h30 de sexta (3), como consta no boletim de ocorrência lavrado pelas autoridades policiais.

Ainda segundo a polícia de Gumi, não havia qualquer sinal de arranhão na parte interna da tampa do caixão, o que contribui para a tese de que a vítima, bem como as demais participantes, teriam entrado num sono profundo ou perdido a consciência após entrarem no objeto. "Eles também estão investigando a possibilidade de que ela tenha morrido devido à exaustão, por ter ficado dentro do caixão hermético em meio à onda de calor que está afetando muitas áreas do país", informa a Yonhap.

A polícia também deve decidir se as duas participantes sobreviventes serão acusadas de negligência.

Últimas notícias

Comentários