Publicidade

Estado de Minas ASTRONOMIA

Nasa lança sonda que irá chegar perto do Sol

Será a primeira vez que uma nave se aproxima tanto de nossa estrela


postado em 13/08/2018 09:55 / atualizado em 13/08/2018 10:04

(foto: Nasa/Divulgação)
(foto: Nasa/Divulgação)
No domingo, dia 12 de agosto, a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) lançou a sonda espacial Parker, que será a primeira aeronave a transitar pela coroa do Sol. O lançamento do foguete Delta IV Heavy, da companhia United Launch Alliance, se deu às 4h31 no horário de Brasília, na base de Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos. A informação é da agência espanhola de notícias EFE.

Poucos minutos depois do lançamento, o foguete Delta IV Heavy se desprendeu de seus três propulsores, como estava programado.

De acordo com a Nasa, a missão pretende ajudar a esclarecer alguns "mistérios" que envolvem a superfície do nosso astro-rei e está prevista para alcançar a estrela no mês de novembro deste ano.

A ideia é que a sonda Parker colete informações o mais próximo possível do Sol, o que nenhuma outra nave fez até agora. Com isso, os cientistas poderão entender questões como a diferença da temperatura da atmosfera da estrela, que chega a mais de um milhão de graus, enquanto a própria superfície solar possui 6.000º C.

A sonda, que orbitará 24 vezes ao redor do Sol e irá se aproximando progressivamente com a ajuda da gravidade de Vênus, chegará ao ponto máximo de aproximação em 2025, quando reunirá a informação de maior valor.

Conforme a Nasa, a missão da Parker tem um custo avaliado em US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 5,8 bilhões) e seu nome é uam homenagem ao físico americano Eugene Parker, de 91 anos, que, nos anos 1950, desenvolveu a teoria do vento solar – emissão contínua de partículas carregadas provenientes da coroa solar.

(com Agência EFE)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade