Para você, 24 horas não são suficientes?

Especialista dá dicas para quem não sabe organizar o tempo

por Da redação com assessorias 02/08/2018 14:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Você também é daquelas pessoas que acham que 24 horas não são suficientes para fazer tudo o que precisa no dia a dia? Segundo o especialista em inteligência motivacional Marcus Garcia, professor do ISAE – Escola de Negócios, para quem pensa que não tem tempo para terminar as coisas, o importante não é ser detalhista, mas disciplinado.

"É fundamental estabelecer prioridades para classificar assuntos importantes e urgentes. A classificação pode ser feita de acordo com os objetivos a serem atingidos", esclarece o especialista. Algumas razões podem justificar a falta de tempo para os compromissos, como procrastinar, ou seja, deixar para depois os afazeres; insegurança para tomar decisões; dificuldade para cumprir prazos; chegar frequentemente atrasado aos compromissos e usar como motivo o trânsito ou a reunião anterior; e ser indisciplinado.

"Quando alguém diz que não teve tempo para algo significa que uma atividade foi priorizada em detrimento de outra e fez isso por preferência e não por disciplina", ressalta o professor. Para administrar melhor o tempo, Marcus Garcia aconselha elaborar um check list (lista de verificação) para classificar cada tarefa pelo seu grau de importância e urgência – pode ser definido por níveis de importância, como baixo, médio e alto.

Antes de mais nada, o especialista recomenda listar as atividades e definir uma data limite para finalizá-las. Em seguida, a pessoa deve marcar os níveis de urgência e importância em cada uma delas. Os pesos de cada uma devem ser multiplicados e o resultado mostrará o que é prioridade, do maior para o menor. Caso ocorra "empate", a data limite para o seu término definirá a que precisa de prioridade. "Para que o check list funcione é necessário mantê-lo atualizado e as prioridades definidas precisam ser respeitadas. Além disso, é importante focar na conclusão de uma tarefa de cada vez", orienta Marcus.

Entretanto, podem aparecer atividades de última hora e também a necessidade de atender ao telefone e acessar mídias sociais. "Se o celular e o Facebook estiverem na programação do check list, não há com o que se preocupar. De qualquer modo, avalie se realmente precisa atender todas as ligações que recebe. Uma saída é combinar um horário para atendê-las ou pedir para que seus contatos deixem recados para retornar em um momento oportuno", indica o especialista.

No caso dos imprevistos, pode pedir para quem fez a solicitação aguardar que termine o que está fazendo e em seguida atende o pedido. "Isso será possível, pois ao seguir de modo sistemático o check list perceberá que começarão a aparecer 'janelas' no seu tempo e estes imprevistos poderão ser resolvidos, sem interferir na sua programação". Para completar, o professor Marcus Garcia aconselha que o tempo livre que sobra não seja desperdiçado. "Estes momentos podem ser ocupados com a leitura de um artigo ou simplesmente pode descansar a mente ouvindo boa música".

Últimas notícias

Comentários