Que tal 'colocar' um balão gástrico por meio da hipnose?

Técnica ajuda quem quer perder peso de forma saudável

por Da redação com assessorias 01/08/2018 10:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que a obesidade afeta 18,9% dos brasileiros e o sobrepeso chega a mais da metade da população (54%). Apesar de existirem inúmeras formas de emagrecer, especialmente com a reeducação alimentar e a prática regular de exercícios, algumas pessoas não conseguem ter a dedicação necessária. Uma opção para quem sofre com esse problema, e que não apresenta contraindicação, é a hipnose.

Segundo a nutricionista e hipnoterapeuta Talitta Maciel, os efeitos da hipnose são similares aos da colocação do balão intragástrico, entre eles, a promoção da saciedade, levando o paciente a se alimentar com pequenas porções – é possível até induzir a náusea quando o consumo excede o necessário.

"O balão gástrico hipnótico trabalha com a reprogramação da mente, ou seja, criamos um balão imaginário e fazemos com que o cérebro entenda que existe um equipamento real dentro do estômago. Por isso, as sensações são semelhantes, porém, a hipnose é menos invasiva, podendo ser aplicada na maioria dos casos", explica a especialista.

Essa técnica é apenas um estímulo para o emagrecimento e é importante manter uma alimentação equilibrada para conquistar os objetivos traçados. "Essa ferramenta ajuda a controlar a compulsão alimentar e a ansiedade que muitas vezes ocorrem durante uma dieta, porém é preciso ingerir menos calorias do que é gasto pelo organismo, para que exista a perda de peso", comenta Talitta.

Apesar da hipnose ajudar no emagrecimento, a nutricionista lembra que os hábitos alimentares devem ser alterados para que o objetivo seja mantido, já que "nosso cérebro possui memória do corpo anterior, por isso, é preciso manter o novo peso por ao menos dois anos para que a nova forma seja assimilada pela mente".

Últimas notícias

Comentários