Publicidade

Estado de Minas PATRIMôNIO

Casa da Ópera em Ouro Preto está fechada desde agosto de 2014

Considerado o teatro mais antigo das Américas, a casa de espetáculos aguarda liberação de recursos para começar a reforma da rede elétrica e do sistema de prevenção de incêndio


postado em 10/02/2015 09:38

Desde agosto do ano passado o teatro Casa da Ópera, que faz parte do patrimônio histórico nacional em Ouro Preto – a 96 km de Belo Horizonte –, está fechado, esperando por reforma da rede elétrica e revisão da estrutura contra incêndio. Enquanto isso, cupins atuam livremente na casa de espetáculos mais antiga das Américas – consta até do livro Guinness World Records –, e é datada de 1770.

De acordo com o superintendente da secretaria municipal de Cultura e Patrimônio, Wanderson Gomes, o local não apresenta problemas estruturais, mas está sendo atacado por cupins enquanto espera a definição de verba para sua reforma, que deve ser proveniente do orçamento de 2015 do município. "A peça estrutural, acima do palco, sofreu um ataque de cupim, recentemente, mas isso não comprometeu a estrutura. O problema do local, atualmente, é a necessidade de se refazer a rede elétrica e de se rever a infraestrutura de combate a incêndio", explica.

Em maio do ano passado, os bombeiros já haviam dado uma recomendação de revisão do sistema de prevenção de incêndio do teatro municipal. Na época, o então secretário de Patrimônio, José Alberto Pinheiro, decidiu pela interdição do espaço cultural – que se encontra fechado desde agosto de 2014. Segundo Wanderson Gomes, já foi aprovado um novo projeto para a rede elétrica do imóvel, bem como a revisão dos detectores de fumaça e a troca de 15 extintores de incêndio.

Todo o trabalho foi orçado em R$ 315 mil e a obra deve ficar pronta em maio deste ano. Mas, para que os trabalhos comecem, ainda existe um obstáculo burocrático: "Estamos aguardando a abertura do orçamento 2015 do município para, em seguida, fazermos o pedido de licitação da obra, que deve durar de 60 a 75 dias", explica o superintendente.

Sobre o teatro

Considerado o teatro em funcionamento mais antigo das Américas, a Casa da Ópera de Vila Rica foi construído no estilo barroco do século XVIII, revestido principalmente em madeira e alvenaria. Os camarotes são em formato de lira, e, somados à plateia central, acomodam 280 pessoas.

O edifício histórico possui fachada singela, construída segundo a tradição arquitetônica luso-brasileira. Sua localização, no largo do Carmo, não lhe dá nenhum destaque entre o casario vizinho. Porém, o símbolo da lira na ponta do telhado, na fachada, indica aos turistas que ali funciona uma casa de espetáculos.

Uma curiosidade: originalmente, os camarotes eram iluminados por velas.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade