Publicidade

Estado de Minas MúSICA

Qual a doença que levou a cantora Jessie J para o hospital?

A britânica passou por um procedimento cirúrgico, sem revelar o motivo, e mandou um recado para os fãs diretamente da cama do hospital


postado em 23/06/2015 18:01

Você conhece a síndrome de Wolff-Parkinson-White? Trata-se de uma doença, uma arritmia cardíaca, que afeta os impulsos elétricos conduzidos pela via acessória que vai dos átrios até os ventrículos, no coração. Ela também pode gerar taquicardia. "As manifestações da síndrome de Wolff-Parkinson-White podem se iniciar em qualquer fase da vida, geralmente dos 10 aos 50 anos. Os principais sintomas são palpitações, tonteira, falta de ar, dor no peito e, muito raramente, morte súbita", explica o portal Arritmia Cardíaca.

Apesar de negar, esse, possivelmente, é o motivo que levou a cantora britânica Jessie J a ser hospitalizada e a passar por um procedimento cirúrgico no dia 22 de junho deste ano. Ela postou uma foto no Instagram de dentro do hospital, ainda na cama e ligada a aparelhos. Apesar da cena, ela faz questão de traqnuilizar os fãs. "Eu estarei offline por alguns dias, e queria mostrar-lhes o porquê. Não costumo compartilhar coisas pessoais, especialmente sobre minha saúde. Mas, queria compartilhar com vocês antes que alguém o fizesse, ainda mais de forma distorcida, exagerada ou algo pior", diz a cantora na rede social.

Jessie J faz questão de esclarecer que não vai contar o motivo da internação. "Só sei que estou ok. Eu tinha uma operação, ontem, e precisava descansar. Não vou dizer para quê, então, por favor, não me perguntem. É pessoal e eu sei que vocês podem respeitar isso", completa a britânica. Mas, ela deixa claro que o problema não está ligado ao coração nem à sua voz. "Meu coração e minha voz estão ótimos", diz.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade