Publicidade

Estado de Minas CELEBRIDADES

Irmão de Luciano Huck conta em vídeo que foi difícil se assumir gay

O cineasta Fernando Grostein criou um canal no YouTube e contou sua história no primeiro vídeo


postado em 14/03/2017 16:00

Você conhece o cineasta, produtor e roteirista carioca Fernando Grostein Andrade, de 36 anos, meio-irmão do apresentador Luciano Huck, de 45, da Globo? Pois é, ele é responsável por importantes documentários, como Coração Vagabundo, com Caetano Veloso, e Quebrando o Tabu, com Fernando Henrique Cardoso, Bill Clinton e Jimmy Carter que trata do combate às drogas. Fernando acabou de criar um canal no YouTube e em seu primeiro vlog, publicado no dia 12 de março, conta como foi difícil assumir sua homossexualidade.

Fernando Grostein é filho do empresário que ajudou a editora Abril a trazer a revista masculina Playboy para o Brasil. Com isso, ele revela que era ainda mais difícil para um garoto que crescia cercado por publicações repletas de mulheres peladas, entender que aquilo não lhe atraía. "Eu resolvi começar falando um pouco sobre minha vida, para quem quiser ver isto, poder entender um pouco sobre meu olhar, o que me move, o que me define, o que me interessa. [...] Eu fico nervoso ao falar para a câmera, porque, normalmente, eu fico atrás dela. [...] Hoje é ainda mais difícil porque vou falar de uma coisa que é especial para mim", diz o meio-irmão de Luciano Huck na abertura de seu vlog.

Ele conta que já sentia que não era igual aos outros meninos, mas que, com a morte do pai, quando tinha apenas 10 anos, acabou se fechando ainda mais. "Os meninos ficavam falando de futebol e meninas. Eu achava um saco falar de futebol e nem mulher pelada. Me sentia cada vez mais um ET. Alguém que não pertencia a este mundo", revela o cineasta.

"Aos 14 anos tive um sonho com um amigo meu e comecei a me sentir estranho. Senti vergonha da família, dos amigos, de tudo. Comecei a me fechar ainda mais. Tinha certeza que tinha de ter uma namorada e me obriguei a ler Playboy, para ver se a 'coisa' ia na força. Então comecei a namorar uma menina super legal, que peço desculpas até hoje. Eu não sabia o que sei hoje", continua Grostein.

Ele conta, então, quando foi que teve sua primeira experiência homoafetiva. "Um belo dia, estava bêbado, um amigo estava bêbado e a gente ficou. No dia seguinte, ele disse que se contasse para alguém, ia me matar", diz. Essa ameaça acabou atrapalhando ainda mais os sentimentos do jovem carioca, que gostava de orquídeas e de hipismo. "Eu fui cada vez mais me colocando no armário até que ficou insustentável e tive coragem de contar para minha família que era gay. A minha família, no começo, reagiu assustada, com medo do que a vida ia reservar para mim e que eu escolhi o caminho mais difícil. Eu expliquei para eles que não escolhi nada, que a gente não escolhe isso, que simplesmente a gente é. Eles foram cada vez mais amorosos. Eu desenvolvi essa força dentro de mim, de dizer que está tudo certo em ser gay", completa Fernando Grostein, que, atualmente, está namorando o ator Fernando Siqueira.

Confira, abaixo, o vídeo do cineasta contando sua história:

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade